Jorge Lorenzo subiu ao pódio pela primeira vez com a Ducati

Jorge Lorenzo (Honda) – P3 – GP da Espanha

“Melhor presente, eu não poderia ter um presente melhor no meu aniversário de 30 anos. É mais do que uma vitória. Todo mundo sabe das dificuldades para ser competitivo com a Ducati no seco, em uma pista difícil como Jerez. Mas Jerez é um dos meus circuitos favoritos. Nós fomos fortes todo o fim de semana exceto na qualificação, e eu sabia que eu tinha ritmo para lutar – talvez não pelo pódio, mas para ser quinto ou sexto. Então eu comecei a ultrapassar os pilotos, o ritmo da corrida foi bastante lento por conta do calor e eu fiquei atrás de Johann Zarco, então quando eu o ultrapassei foi ainda mais difícil de distanciar. Nas últimas voltas meus pneus pareciam melhores e eu pude abrir um pouco e aproveitar este resultado para mim e para a equipe. Eu disse na quinta-feira que é uma combinação de várias coisas, principalmente quilometragem. Esta é uma moto especial, quando cheguei a MotoGP na Yamaha fui imediatamente rápido porque era uma moto feita para o meu estilo de pilotagem, mas em outras categorias levou muito tempo para compreender certas coisas e isso está acontecendo agora. Mas você não pode duvidar do meu equilíbrio mental ou habilidade, mas algumas pessoas fizeram. Elas agora têm que engolir suas palavras!”