Jorge Lorenzo encerra jejum ao conquistar a pole em Misano

O atual campeão mundial Jorge Lorenzo conquistou sua primeira pole-position na MotoGP desde maio ao liderar a dobradinha da Yamaha no treino classificatório em Misano.

Lorenzo sofreu nas últimas etapas e está 64 pontos atrás de Marc Marquez na classificação do campeonato, mas cravou duas voltas rápidas o suficiente para a pole em San Marino, sendo a mais rápida em 1:31.868.

O espanhol terminou 0.348s mais rápido do que seu companheiro Valentino Rossi, que se recuperou depois de sua volta inicial ser deletada por exceder os limites de pista.

O mais recente vencedor da MotoGP, Maverick Viñales, ficou em terceiro pela Suzuki, na frente de Marquez, da Honda, que nunca chegou a brigar realmente pela ponta.

Michele Pirro, que está na Ducati substituindo Andrea Iannone depois de o italiano ter machucado suas costas, surpreendeu na quinta posição, na frente do seu companheiro Andrea Dovizioso e de Cal Crutchlow, da LCR Honda.

Aleix Espargaró bateu na Curva 10 na disputa pela oitava posição, ficando à frente do seu irmão Pol Espargaró, que liderou a sexta-feira, e também de Dani Pedrosa, companheiro de Marquez.

Héctor Barberá, da Avintia, foi o 11º, enquanto Álvaro Bautista foi o 12º pela Aprilia.

Stefan Bradl por pouco não conseguiu passar para o Q2 e colocou sua Aprilia na 13ª posição, com Alex Lowes, reserva da Tech 3, em 14º.

A Pramac Ducati teve uma sessão difícil, com Danilo Petrucci em 15º e Scott Redding em 18º, separados por Eugene Laverty e Jack Miller.

Tito Rabat, Yonny Hernandez e o estreante Xavi Forés, que está no lugar do machucado Loris Baz, completaram o pelotão.

O GP de San Marino terá sua largada neste domingo às 9h, horário de Brasília.