Espargaró critica Ducati por defender pilotagem de Petrucci

Aleix Espargaró criticou a Pramac Ducati MotoGP por uma tentativa de defender Danilo Petrucci no GP da Argentina.

O piloto da Aprilia, Espargaró, ficou insatisfeito com Petrucci durante a corrida em Termas do Rio Hondo, dizendo que o italiano merecia ser penalizado da mesma forma que Marc Marquez, que foi condenado a perder uma posição depois de ter entrado em confronto com Espargaró na Curva 13.

“Petrucci me acertou na Curva 12 igualmente forte, ou mais, e temos um milhão de câmeras na motor, então não acho que seja tão difícil trabalhar para avaliar e ver as ações”, disse Espargaró.

“A sanção de Márquez parece justa para mim, mas não é justo que Petrucci não tenha sido sancionado quando me bateu com mais força. Não acho que o trabalho de direção de corrida seja tão difícil”.

Na terça-feira, a Pramac divulgou um curto comunicado dizendo que estava “desapontada”. Na mídia, a pilotagem de Petrucci foi comparada à de Marquez ou Johann Zarco, que estiveram envolvidos em incidentes que encerraram as corridas de Valentino Rossi e Dani Pedrosa.

“A Pramac Racing quer expressar sua decepção ao ler alguns comentários da mídia sobre a corrida de Danilo Petrucci”, dizia o comunicado.

“O contato entre Petrucci e Espargaró não causou quaisquer consequências para a continuação da corrida de ambos os pilotos, mas está, no entanto, a ser considerado da mesma forma que o contato de Zarco e Marquez que tiraram Pedrosa e Rossi da corrida, respectivamente.

“O próprio Petrucci foi tocado por (Hafizh) Syahin na última volta, tendo que trocar sua trajetória e deixar Andrea Iannone passar”.

Em resposta à declaração, Espargaró twittou: “Ele me bateu com mais força do que Marquez fez! A foto está lá, não tem como esconder! Petrucci está sempre andando assim”.