Depois de cirurgia, Dani Pedrosa é dúvida para a etapa de Austin

O piloto da Honda, Dani Pedrosa, está em dúvida para a corrida de Austin, na próxima semana, depois de ser operado no pulso direito, depois do acidente sofrido no Grande Prêmio da Argentina de domingo.

Pedrosa foi lançado da sua moto na curva 13, na volta de abertura do Termas de Rio Hondo, depois de ter sido forçado a sair para uma parte molhada da pista na sua batalha com a Tech3 Yamaha de Johann Zarco.

Enquanto Pedrosa parecia escapar do acidente sem ferimentos, sua equipe Repsol Honda divulgou um comunicado após a corrida dizendo que Pedrosa tinha dor no pulso direito e seria submetido a exames médicos na terça-feira.

Ele visitou a Clínica Dexeus em Barcelona, onde foi diagnosticado com um radial direito fraturado e foi operado pelo Dr. Xavier Mir.

Um comunicado da Honda disse que a operação foi um sucesso e que a condição de Pedrosa será avaliada em 48 horas, mas acrescentou que sua participação em Austin nos dias 20 e 22 de abril ainda não foi decidida.

Caso Pedrosa não seja capaz de correr, o seu substituto será provavelmente o piloto de testes da Honda, Stefan Bradl, que não corre na MotoGP desde que perdeu a sua vaga na Aprilia no final de 2016.

Depois de uma mudança sem sucesso para o Mundial de Superbike no ano passado, Bradl fez duas provas de teste na RC213V até agora este ano em Sepang em janeiro e no mês passado em Jerez.