Brasileiro de Kart: Finais definiram mais seis campeões

Depois de duas semanas de muita adrenalina e corridas de arrepiar chegou ao fim nesta tarde a 51ª edição do Campeonato Brasileiro de Kart. 268 pilotos das cinco regiões do país participaram do evento que marcou definitivamente uma nova fase para o automobilismo no nordeste brasileiro com a homologação internacional do Kartódromo Paladino.

Esta fase, que reuniu os pilotos mais experientes, levou para a pista da cidade de Conde 120 participantes que tiveram cinco dias de intensas atividades desde a última terça-feira. Neste sábado as atividades foram completamente dedicadas as categorias finais, que tiveram início após a solenidade de apresentação dos pilotos.

A primeira categoria a vir à pista foi a Sênior “B”. Matheus da Costa (MA), largando da pole-position, fez uma corrida extremamente tranquila e, enquanto seus concorrentes diretos brigavam entre si ele abria confortável vantagem na primeira posição. O também maranhense Bruno Santos chegou em segundo e garantiu o vice trazendo Flávio Carminati (PA) em terceiro.

Uma corrida de arrepiar. Assim pode ser definida a final da categoria Graduado. Olin Galli (RJ) partiu na pole e, nas primeiras voltas, caiu algumas posições. No decorrer da corrida, porém, Galli voltou para a liderança enquanto, Pedro Goulart (RS) fazia grande corrida de recuperação. O gaúcho, que garantiu o título da Sudam na semana passada, largou de 15º e, nas últimas voltas, pressionou muito o piloto carioca. Galli, porém, usou de toda a sua experiência para se defender e garantir o hexacampeonato. Goulart ficou com o vice-campeonato e Sérgio Crismpim levou à Paraíba ao pódio, no terceiro lugar.

A terceira corrida do dia foi a da classe Sênior “A”. Radicado no interior paulista o piloto Rodrigo Soares fez uma bateria bastante tranquila. Após abrir considerável vantagem nas primeiras voltas ele passou a ser pressionado no fim da prova, mas, conseguiu se manter sempre na primeira posição e recebeu a bandeirada do título com pouco menos de um segundo para Cláudio Roda, o segundo colocado. Tuka Rocha (SP), piloto da Stock Car, finalizou na terceira posição.

Seguindo as disputas finais a categoria Novato trouxe o paulista Pietro Guglielmi partindo da pole-position. Após se assegurar no primeiro lugar em um boa largada o piloto abriu muito em relação aos demais que, entre si, lutaram bastante pelas cinco posições do pódio. Guglielmi se garantiu com o título seguido por Enzo Prando (SP) e Elvis Pinheiro (MT).

A categoria Super Sênior trouxe para pista uma grande rivalidade, iniciada ainda ontem durante as Pré-Finais quando o brasiliense Rodrigo Piquet foi penalizado com a perda de uma posição. Maique Paparelli (SP) largou da pole e nas primeiras voltas foi bastante pressionado por Rodrigo e Christiano Matheis (RJ). Os três seguiram em disputa acirrada até que Matheis assumiu a liderança e Piquet, por sua vez, escapou da pista. Nas voltas finais Paparelli reassumiu a liderança e seguiu até a bandeirada do título seguido por Matheis e Ricardo Thomazi (SP).

Encerrando o Campeonato Brasileiro a categoria Shifter trouxe os karts mais velozes da competição para a pista. Largando da primeira posição o paulista Leonardo Lamellas perdeu tempo na largada e foi logo superado por Gaetano Di Mauro (SP). Com um kart muito rápido Di Mauro girava cerca de meio segundo mais rápido por volta que os demais concorrentes e, com isso, não demorou para abrir grande vantagem na primeira posição. A luta pelo segundo lugar foi bastante intensa e o vice-campeonato acabou nas mãos de Gabriel Dias (PR). Danilo Dirani (SP) ficou com o terceiro lugar.

Cleyton Pinteiro, presidente da CBA, fez sua avaliação do Campeonato. “Tivemos aqui um Campeonato fantástico em uma pista sensacional. Mais uma vez parabenizo à família Crispim pelo empreendimento como um todo. Com relação às corridas, mais uma vez, nossos pilotos mostraram o grande valor que tem com provas extremamente competitivas. Todos os participantes estão de parabéns e, realizar um Campeonato Brasileiro como esse, aqui no Nordeste, foi acima de tudo uma grande realização pessoal para mim”, encerrou o dirigente de Recife.

 

Confira abaixo o resultado final do Brasileiro de Kart:

Sênior “B”
1 MATHEUS DA COSTA (MA),
2 BRUNO SANTOS (MA), à 2.390
3 FLAVIO CARMINATI (PA), à 2.725
4 FABIANO LALUCE (PE), à 3.514
5 ROBERTO SARAIVA Fo (PA), à 4.840
6 LUIZ HARIMA (PA), à 15.679
7 RODRIGO KOENIGKAN (DF), à 21.245
8 MAGNO GAIA (SP), à 31.817
9 WELSON JACOMETTI (SP), à 32.496
10 FRANCISCO ROCHA JR (PB), à 43.092
11 ADEMIR FLORES JÚNIOR (SE), à 51.230
12 AUGUSTO AGUIAR (CE), à 2 voltas
13 FABIO DE SOUZA (SP), à 6 voltas
14 GILBERTO MARTINS (PA), à 9 voltas
15 LUIS FERNANDO RIBEIRO (MG), à 13 voltas
Melhor volta: RODRIGO KOENIGKAN ( 2) , 53.730, 14ª volta

Graduado
1 OLIN GALLI (RJ),
2 PEDRO GOULART (RS), a 0.220
3 SERGIO CRISPIM FILHO (PB), a 0.463
4 BRUNO BERTONCELLO (RS), a 4.899
5 MURILO DELLA COLETTA (SP), a 6.827
6 VINICIUS PAPARELI (SP), a 7.614
7 ANDRE NICASTRO (RJ), a 8.460
8 LUCAS OKADA (DF), a 12.458
9 LUIZ FILIPE MATHEUS (SP), a 18.064
10 ALEXANDRE AZEVEDO (RJ), a 19.482
11 DUDA NAVES (SP), a 31.620
12 GABRIEL PATURLE (MG), a 9 voltas
13 MARCUS BORGES (CE), a 12 voltas
14 GAETANO DI MAURO (SP), a 13 voltas
15 MATEUS BARELLA (PR), a 13 voltas
16 ALAIN SISDELI (SP), a 15 voltas
Melhor volta: PEDRO GOULART (119) , 51.164, 13ª volta

Sênior “A”
1 Rodrigo Soares (SP)
2 Claudio Roda (SP) – a .853
3 Tuka Rocha (SP) – a 1.482
4 Danillo Ramalho (SP) – a 3.180
5 Diogo Zucarelli (SP) – a 3.355
6 Marcos Pereira (MS) – a 11.473
7 Ernandes Onassis (RJ) – a 11.704
8 Patrik Sango (MS) – a 14.809
9 Carlos Crispim Jr. (PB) – a 17.037
10 Wellington Arasújo Jr. (MG) – a 17.139
11 Jorge Borelli (SP) – a 21.717
12 Josimar Henrique (PE) – a 23.756
13 Juliano Rigon (SC) – a 27.844
14 Thiago Ribeiro (MG) – a 46.605
15 Alessandro Xavier (PR) – a 1 volta
16 Marcos Clemente (MG) – a 1 volta
17 Raphael Martin (SP) – a 8 voltas
18 Marco Raimundo (GO) – a 9 voltas
19 André Guidalli (SC) – a 12 voltas
20 Carlos Saderi (PR) – a 13 voltas
21 Paulo Holanda (CE) – a 13 voltas

Novato
1 PIETRO GUGLIELMI (SP),
2 ENZO PRANDO (SP), à 5.099
3 ELVIS PINHEIRO (MT), à 7.874
4 GUILHERME GUERRA (DF), à 8.217
5 MARCELO BRANDAO (MG), à 9.217
6 GUILHERME LIOI (SC), à 9.532
7 DANIEL CUNHA (DF), à 15.875
8 JOÃO RENATO CORBELLINI (RJ), à 21.462
9 LUAN ASSIMOS (PE), à 28.974
10 MATHEUS TONUSSI (MG), à 29.074
11 HENRIQUE CAMPOS (SP), à 49.890
12 HENRIQUE LIOI (SC), à 1 volta
13 IGOR BORGES (CE), à 1 volta
14 JOÃO VICTOR MARTINS (PA), à 14 voltas
16 LUIZ OTÁVIO FLOSS (RS), à 8 voltas
Melhor volta: JOÃO RENATO CORBELLINI ( 43) , 53.603, 14ª volta

Super Sênior
1 MAIQUE PAPARELI (SP),
2 CHRISTIANO MATTHEIS (RJ), à 1.461
3 RICARDO THOMAZI (SP), à 4.646
4 FABRICIO FECHINE (PE), à 6.956
5 RODRIGO PIQUET (DF), à 7.117
6 FERNANDO PASTRO (RS), à 7.838
7 FERNANDO BUZOLLO (MG), à 8.384
8 ALEXANDRE RIGON (SC), à 9.974
9 FERNANDO SCOTTI (PR), à 10.445
10 ANTONIO CANEDO (SP), à 11.688
11 JORGE BORELLI (SP), à 13.861
12 MARKENSON MARQUES (PR), à 14.495
13 EUVALDO LUZ (BA), à 16.828
14 DOGLAS PIEROSAN (PR), à 17.476
15 MANOEL PINTO JUNIOR (MA), à 17.619
16 VALDEMIRO OLIVEIRA (BA), à 18.075
17 JOSE RAUL GIRONDI (SP), à 21.040
18 ANTONIO FELTRIM (PR), à 28.223
19 REINALDO GARCIA (DF), à 31.738
20 CARLOS SADERI (PR), à 4 voltas
21 ANDERSON FAITA (GO), à 6 voltas
22 RENATO RUSSO (SP), à 7 voltas
Melhor volta: MANOEL PINTO JUNIOR (19) , 53.812, 8ª volta

Shifter
1 GAETANO DI MAURO (SP),
2 GABRIEL DIAS (PR), à 2.641
3 DANILO DIRANI (SP), à 6.556
4 JOÃO ROSATE (GO), à 9.861
5 LEONARDO LAMELAS (SP), à 12.044
6 BRUNNO CUNHA (SP), à 12.919
7 BIA FIGUEIREDO (SP), à 14.535
8 NATHANIEL BUENO (PR), à 25.084
9 BETO MONTEIRO (PE), à 1 volta
10 BRUNO GRIGATTI (SP), à 3 voltas
11 WALDIR BELIZARIO JR (SP), à 3 voltas
12 ELDER MARTINS JR (PB), à 16 voltas
Melhor volta: GAETANO DI MAURO ( 11) , 50.856, 17ª volta