Will Power vence segunda bateria em Detroit

A ultrapassagem decisiva de Will Power aconteceu com menos de 20 voltas para o fim, mas ela não foi exatamente pela liderança. Ele e muitos dos líderes pararam nos boxes antes de uma bandeira amarela aparecer que atrapalhou o líder Helio Castroneves, que decidiu permanecer na pista.

Com a maior parte do pelotão já tendo parado e atrás do Safety Car, Castroneves parou sob amarela e caiu para 17º, deixando apenas cinco carros à frente de Will Power, quatro dos quais ainda precisavam ir para os boxes.

Sendo Simon Pagenaud dominante durante toda a corrida, a ultrapassagem de Will Power pela efetiva liderança na relargada provou ser absolutamente crucial, com o francês incapaz de dar o troco até a última volta.

A vitória é a primeira de Will Power desde o GP de Indianápolis do ano passado, frustrado desde as grandes aparições de Pagenaud, o atual líder do campeonato. Ele tinha sido o único piloto a entrar na casa do 1:13 no classificatório, mas uma penalização o fez perder suas duas melhores voltas, forçando-o a largar em oitavo.

Pela maior parte do ‘stint’ intermediário da prova, porém, parecia que Castroneves tinha controle sobre a segunda bateria da rodada dupla em Detroit.

O piloto da Penske tinha largado em segundo, mas não conseguiu lutar pela liderança até uma bandeira amarela causada por Juan Pablo Montoya. A má fase do colombiano continuou ao ele escorregar para o muro na volta 35, quebrando o bico do seu carro e depois parando no muro interno logo em seguida.

Castroneves tentou muitas vezes superar o francês nas relargadas antes de conseguir superá-lo, imediatamente colocando sua vantagem para seu companheiro de equipe em dois segundos.

Indo para a última rodada de pit-stops, o brasileiro decidiu ficar na pista em pneus ainda competitivos. Sua decisão provou-se fatal, porém, quando Jack Hawksworth parou na pista, próxima a 20 voltas do final. Castroneves foi forçado a parar sob bandeira amarela, caindo para o fim do pelotão onde ele terminaria em 14º.

Isto deixou o vencedor de ontem, Sebastien Bourdais, na pista na frente junto com Charlie Kimball, Graham Rahal e Alexander Rossi, todos eles foras da sequência com o pelotão. Eles teriam precisado de uma bandeira amarela longa para chegar ao fim, e muitos foram forçados a parar para completar o combustível com poucas voltas para o fim.

Isto daria ao Power a liderança depois que ele superou Pagenaud na última relargada. O francês faria um grande esforço na última volta para chegar bem próximo, mas ficou parcialmente focado em defender-se de Ryan Hunter-Reay, que ficou apenas 0.55s atrás na bandeira quadriculada.

Na largada, a corrida já teve seu ritmo limitado assim que começou quando Kimball forçou Carlos Muñoz para cima de James Hinchcliffe. O pole da Indy 500 foi retirado da corrida, mas os outros dois conseguiram continuar. Ao mesmo tempo, Castroneves acabou tocando Scott Dixon – um dos muitos toques que o neozelandês enfrentou hoje – e Takuma Sato rodou, deixando sua asa dianteira para ser atropelada por Marco Andretti.

Max Chilton também foi pego no caminho e foi o único outro carro forçado a abandonar na primeira volta.

Dois dos pilotos que mais ganharam posições até o fim da corrida foram novamente Josef Newgarden e Conor Daly. Newgarden pegou Dixon com algumas voltas para o fim para conquistar o quarto lugar depois de largar em 17º, e Daly novamente usou uma estratégia inteligente para terminar em sexto.

O novato ia conseguir largar em sexto, mas os oficiais decidiram que ele tinha causado uma bandeira amarela no treino classificatório, fazendo com que ele perdesse sua volta mais rápida e teve que largar em 21º. Isto veio depois de uma posição de largada similar à de ontem tornando-se num segundo lugar na chegada para o filho do ex-piloto de Fórmula 1, Derek Daly.

O fim de semana de rodada dupla em Detroit agora acaba com Pagenaud estendendo sua liderança no campeonato para 80 pontos, mas agora sobre Dixon, que ultrapassou Castroneves. A vitória eleva Power de fora do top 10 para sétimo, 115 pontos atrás do seu companheiro de equipe na Penske à caminho da corrida noturna no Texas daqui uma semana.

 

Confira o resultado da segunda bateria em Detroit:

1. (8) Will Power, Chevrolet, 70, Running
2. (1) Simon Pagenaud, Chevrolet, 70, Running
3. (2) Ryan Hunter-Reay, Honda, 70, Running
4. (17) Josef Newgarden, Chevrolet, 70, Running
5. (4) Scott Dixon, Chevrolet, 70, Running
6. (21) Conor Daly, Honda, 70, Running
7. (6) Tony Kanaan, Chevrolet, 70, Running
8. (12) Sebastien Bourdais, Chevrolet, 70, Running
9. (22) Marco Andretti, Honda, 70, Running
10. (16) Takuma Sato, Honda, 70, Running
11. (7) Graham Rahal, Honda, 70, Running
12. (18) Alexander Rossi, Honda, 70, Running
13. (15) Gabby Chaves, Honda, 70, Running
14. (3) Helio Castroneves, Chevrolet, 70, Running
15. (13) Carlos Munoz, Honda, 70, Running
16. (11) Charlie Kimball, Chevrolet, 70, Running
17. (5) Mikhail Aleshin, Honda, 70, Running
18. (20) Spencer Pigot, Chevrolet, 67, Running
19. (9) Jack Hawksworth, Honda, 48, Mechanical
20. (10) Juan Pablo Montoya, Chevrolet, 33, Contact
21. (14) James Hinchcliffe, Honda, 0, Contact
22. (19) Max Chilton, Chevrolet, 0, Contact