Pietro Fittipaldi valoriza aprendizado em sua estreia na Indy em Phoenix

Experiência de andar no tráfico entre os adversários foi o maior aprendizado para o piloto brasileiro, que agora pensa em sua estreia na Super Fórmula em Suzuka

Décimo colocado no grid de largada em sua primeira corrida na Indy, Pietro Fittipaldi valorizou o aprendizado de disputar posições com os principais nomes da categoria no GP de Phoenix, realizado na noite deste sábado.

“Eu estava muito bem na prova, o ritmo no início da corrida era ótimo, mas peguei um pouco de turbulência na disputa com outros adversários e aos poucos fui percebendo que estava perdendo o controle do carro em algumas curvas. Quando eu saí do traçado ideal e entrei na parte cinza, eu sabia que não tinha mais jeito e o contato foi inevitável”, diz Pietro, que foi campeão da World Series em 2017.

Em 2018, Pietro Fittipaldi fechou contrato para participar de 14 corridas em três das principais categorias do automobilismo mundial. São sete provas na Indy, duas no Mundial de Endurance (WEC) e cinco corridas na Super Fórmula, principal categoria do Japão.

“Eu queria muito ter completado essa primeira corrida aqui na Indy, quando é um início de trabalho é sempre mais importante adquirir quilometragem, mas sei que a experiência de ter andado no tráfico com grandes nomes do automobilismo também foi bastante válida. Agora é pensar na Super Fórmula, outra grande categoria que tive uma boa experiência na pré-temporada”, diz Pietro.

A próxima corrida de Pietro acontece em 22 de abril na pista de Suzuka. A segunda prova do piloto de 21 anos na Indy será no misto de Indianápolis em 12 de maio.