Newgarden aproveita bandeira amarela no final para vencer em Phoenix

Armado com um novo conjunto de pneus, Josef Newgarden saiu da P4 nas últimas sete voltas para vencer o Grande Prêmio de Phoenix da IndyCar 2018.

Os brasileiros, Pietro Fittipaldi bateu nas primeiras voltas e abandonou. Matheus Leist teve problemas durante uma parada nos boxes, depois que um mecânico não prendeu a roda traseira esquerda e terminou apenas na P19. Tony Kanaan foi o oitavo.

“Meu primeiro oval, minha primeira corrida completa na Indy, então muitas coisas novas para aprender”, disse Leist. “Quero agradecer toda equipe, acredito que temos um carro para terminar entre os sete primeiros em Long Beach”.

O atual campeão da categoria venceu o estreante Robert Wickens por 2,9846 segundos na pista de 1.022 milhas para conquistar sua oitava vitória na carreira. Newgarden estava entre os oito pilotos que fizeram uma parada para colocar novos pneus, aproveitando o segundo período de bandeira amarela causada por Ed Jones, quando o piloto da Chip Ganassi acertou o muro na Curva 4.

Wickens, James Hinchcliffe e Alexander Rossi decidiram não ceder e lideraram o campo na relargada na volta 243. Com o reinício na quarta posição, Newgardem imediatamente passou por Rossi e Hinchcliffe por fora nas Curvas 1 e 2, antes de se concentrar no líder Wickens.

Na volta 247, Newgarden pegou novamente a linha de fora na Curva 1 e passou por Wickens. Rossi terminou em terceiro.

“A equipe fez um trabalho muito bom”, disse Newgarden. “O carro estava bom, a estratégia foi a melhora, os pit stops foram os melhores. Estou muito orgulhoso deles e do que eles fizeram. Acho que merecemos a vitória esta noite”.

Com a vitória, Newgarden também assumiu a liderança do campeonato depois de duas das 17 corridas da temporada. O piloto tem 77 pontos, cinco a mais que Rossi e sete à frente de Sebastien Bourdais, vencedor do GP de São Petersburgo.

A vitória foi a 198º da Penske, o maior de todas os times da história da Indy. “Acho que éramos um dos cinco melhores carros hoje à noite, com certeza”, disse Newgarden.

Bourdais, que largou da pole depois de conquistar o prêmio “Verizon P1” na classificação, na sexta-feira, e Rossi foram penalizados por bater em membros da equipe em seus primeiros pit stopos. As penalidades de drive-through foram aplicadas aos pilotos. Bourdais terminou em 13º, mas Rossi fez 53 ultrapassagens para subir no pódio.

“A única razão pela qual eu fui capaz de fazer isso foi porque a equipe me deu um carro inacreditável”, disse Rossi. “Com eu disse, nós gastamos muito do nosso tempo e esforço cerebral e pesquisa no tempo entre o teste aberto (fevereiro) e o fim de semana da corrida focando na vida útil dos pneus.”

 

A próxima corrida da Verizon IndyCar Series é o Grande Prémio de Long Beach, no domingo, 15 de abril.

 

Grande Prêmio de Phoenix – IndyCar 2018:

1. (7) Josef Newgarden, Chevrolet, 250 voltas
2. (6) Robert Wickens, Honda, 250
3. (4) Alexander Rossi, Honda, 250
4. (17) Scott Dixon, Honda, 250
5. (8) Ryan Hunter-Reay, Honda, 250
6. (5) James Hinchcliffe, Honda, 250
7. (18) Ed Carpenter, Chevrolet, 250
8. (9) Tony Kanaan, Chevrolet, 250
9. (12) Graham Rahal, Honda, 250
10. (2) Simon Pagenaud, Chevrolet, 250
11. (13) Takuma Sato, Honda, 250
12. (20) Marco Andretti, Honda, 249
13. (1) Sebastien Bourdais, Honda, 249
14. (15) Spencer Pigot, Chevrolet, 249
15. (19) Gabby Chaves, Chevrolet, 249
16. (23) Zach Veach, Honda, 249
17. (22) Charlie Kimball, Chevrolet, 248
18. (21) Max Chilton, Chevrolet, 247
19. (16) Matheus Leist, Chevrolet, 241
20. (11) Ed Jones, Honda, 228, Contact
21. (14) Kyle Kaiser, Chevrolet, 174, Contact
22. (3) Will Power, Chevrolet, 153, Contact
23. (10) Pietro Fittipaldi, Honda, 40, Contact

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *