Danica Patrick garante participação na Indy 500, mas não revela equipe

Por um tempo, o encerramento de sua carreira parecia estar em perigo, mas, no final, tudo vai entrar no lugar para Danica Patrick. A americana de 35 anos, que quer pilotar mais duas corridas antes de pendurar o capacete, afirma ter um acordo com uma equipe da IndyCar para participar das 500 Milhas de Indianápolis deste ano.

Para quem a Danica fará aparição na prova ainda não se sabe, embora pareça provável que Dreyer & Reinbold dê um carro para a piloto, que foi a primeira mulher a vencer uma corrida na Indy há dez anos. “Não importa muito para quem eu corra, eu sei que o negócio está completo”, diz Patrick no site oficial da ‘IndyCar’.

“Indy é diferente de Daytona”, diz Patrick, que participa da lendária Daytona 500 como a última prova da sua carreira na NASCAR pela Premium Motorsports, uma equipe que não é muito alta no ranking. Patrick largará do 28º lugar em Daytona. “Para o Indy 500, teremos um acordo diferente”.

Das duas corridas que ela vai participar, Patrick preferiria ganhar no Brickyard: “Nada contra Daytona, mas eu quero ganhar a Indy 500 desde muito jovem. Até agora, cheguei perto várias vezes, mas isso era tudo para mim desde criança”.