Ainda na Penske, Castroneves deixa a IndyCar e vai correr a IMSA

A Penske confirmou que Hélio Castroneves vai mudar para a Sportscar em 2018, encerrando sua carreira em tempo integral na IndyCar, mas confirmando a presença do brasileiro nas 500 Milhas de Indianápolis.

Castroneves se junto a CART em 1998 e depois tranferiu-se para a Penske, IndyCar, em 2002.

Castroneves conquistou três vitórias na Indy 500 e terminou em segundo lugar no campeonato da IndyCar em quatro ocasiões (2002, 2008, 2013 e 2014).

O futuro de Castroneves na IndyCar permaneceu incerto após a conclusão da temporada de 2017.

Mas a Penske anunciou que Castroneves vai se juntar com Juan Pablo Montoya e Dane Cameron e um quarto piloto – ainda a ser definido – para correr com a Penske no IMSA SportsCar.

“Eu tive a sorte de conseguir alcançar muitos dos meus objetivos pessoais com a Penske ao longo dos anos”, disse Castroneves que venceu 30 vezes para a Penske na CART/ IndyCar.

“Ajudar Roger (Penske), a equipe e todos com o novo projeto do Acura e iniciar do zero será outro grande desafio e uma grande oportunidade na minha carreira.

“Estou orgulhoso de tudo o que realizei na IndyCar e agora estou focado em ajudar a desenvolver o ARX-05 para tentar ganhar as 24 Horas de Daytona e o campeonato de IMSA em 2018 com o Acura.

“Também estou entusiasmado por ter uma chance de correr novamente para a Penske na Indy 500.

“Essa corrida é muito querida por mim e terei a chance de me tornar o quarto a vencer quatro vezes, e é algo realmente que quero realizar em minha carreira.

“Nós chegamos ao fim dos últimos anos com essa equipe, eu sei que teremos uma ótima oportunidade para fazer algo histórico.”