Bourdais lidera domínio da Honda na “Fast Friday” para Indy 500; Alonso terminou em 4º

Sebastien Bourdais liderou um 1-2-3-4 lugares da Honda durante o treino “Fast Friday” ou “Sexta-feira Rápida” para as 500 Milhas de Indianápolis, quando os ajustes de qualificação foram usados pela primeira vez. Fernando Alonso novamente fez o quarto melhor tempo do dia.

Bourdais, piloto da Dale Coyne Racing, começou seus trabalhos muito cedo, antes que as tempestades interrompessem o treino por mais de duas hora e meia.

A melhor volta de Bourdais foi em uma média de 233.116 mph em seu 11º giro da sessão.

Ele foi 0.1637 segundos mais rápido que Ryan Hunter-Reay da Andretti, com seu companheiro de equipe Takuma Sato em terceiro.

Hunter-Reay fez sua volta mais rápida sem auxílio do “vácuo”, com uma média de 231.273 mph.

O piloto da McLaren Andretti Autosport saltou para o quarto lugar, dois décimos atrás de Bourdais, com 50 minutos para o fim da sessão e uma velocidade média de 231.827 mph.

Ele rodou uma simulação de qualificação de quatro voltas muito impressionante, com todas as voltas acima das 231 mph, e sua volta com “vácuo” foi a quinta melhor do dia.

O piloto mais rápido da Chevrolet foi Juan Pablo Montoya da Penske, com a quinta média do dia com 231.682 mph, e a maior velocidade sem ajuda do “vácuo” de um Chevrolet veio de seu companheiro de equipe, Will Power. Com uma média de 230.730 mph, em torno de 1.5 mph mais lento que o melhor do dia com ajuda do vácuo, Hunter-Reay e sétimo nas velocidades sem ajuda do vácuo.

Spencer Pigot sofreu um forte acidente, batendo na parede na Curva 2 com seu Dallara-Chevrolet. Ele não se feriu, mas parecia desconcertado quanto as causas do acidente: “Essa curva não foi um problema para nós durante toda a semana por isso é muito surpreendente que algo como isso aconteça. Nós temos que voltar e olhar tudo para saber o que aconteceu”, disse Pigot.

Zach Veach também bateu no final do dia, batendo duas vezes na parede da Curva 1 com seu AJ Foyt Dallara-Chevrolet. Ele também saiu ileso.