Barrichello alerta: “Alonso deve ‘esperar o inesperado’ na Indy 500”

A respeito da surpreendente estreia de Fernando Alonso na Indy 500, o ex-piloto de F1 Rubens Barrichello disse: “ele deve esperar o inesperado”.

Barrichelo alertou sobre os riscos e dificuldades de se correr em um oval pela primeira vez, assim como aconteceu com ele em 2012 depois de sair da F1.

Na quarta-feira foi anunciado que o espanhol iria perder a corrida de F1 em Mônaco para competir na Indy 500. Alonso afirmou que sua participação na Indianápolis 500 faz parte da tentativa de realizar um sonho: ganhar a Tríplice Coroa – Grande Prêmio de Mônaco de F1, Indy 500 e 24 Horas de Le Mans.

Barrichello transferiu-se para a IndyCar em 2012 depois de encerrar sua carreira na Fórmula 1 com 322 Gps e dois vice-campeonatos mundiais. A Indy 500 foi sua primeira corrida em um oval, classificando-se em 10º colocado, liderando duas voltas durante a corrida e terminando em 11º.

“Mesmo tendo feito muito em minha carreira – e eu já havia treinado em um oval – vi o inesperado quando cheguei a Indy”, declarou Barrichello ao site ‘Autosport’.

“Para mim, essas são as palavras cruciais: espere o inesperado. Indianápolis é esperar o inesperado. É uma prova muito longa e espero que ele tenha tempo para treinar. E não é só ele na pista, é contra todos, com turbulência e tráfego em algumas situações – isso precisa ser compreendido.”

Barrichello admitiu que inicialmente pensou que a notícia de que Alonso ficaria fora do GP de Mônaco para correr em Indianápolis com a Andretti Autosport fosse falsa.

“Quando vi a notícia, não acreditei”, disse o brasileiro. “Ele não está deixando apenas uma corrida ‘qualquer’ – é Mônaco! Porém, é uma escolha dele, junto com a Honda.”

Ele acredita que Alonso será competitivo com a Andretti, que venceu a Indy 500 duas vezes nos últimos três anos.

“Ele é um grande piloto e tenho certeza que vai se adaptar bem ao oval”, afirmou Barrichello.

“Ele tem por trás uma equipe excelente em Indianápolis, então terá um carro bem eficiente.”