Copa Truck inicia decisão do regional do Nordeste

Autódromo de Fortaleza abre a pista para os primeiros treinos livres

Em clima de decisão, a Copa Truck entra nesta sexta-feira na pista para a abertura dos treinos livres da etapa de Fortaleza, que apontará o campeão da regional Nordeste depois da rodada dupla deste domingo no Autódromo Virgílio Távora. A maioria dos pilotos chegou à cidade nesta quinta-feira e no final da manhã participou da carreata que os “brutos” promoveram pela orla da capital cearense. Serão duas sessões de ensaios de 60 minutos, a primeira delas com início marcado para as 13 horas.

A classificação da Copa Nordeste após as duas corridas em Caruaru indica que a categoria deverá ter um novo campeão para se unir ao pernambucano Beto Monteiro na galeria de honra de seu ano de estreia. Com 19 pontos, o vencedor da Copa Centro-Oeste tem chances complicadas de alcançar o bi, já que o líder Felipe Giaffone soma 46 e seus mais diretos perseguidores, a dupla da Mercedes formada por Wellington Cirino e André Marques, aparecem logo a seguir respectivamente com 44 e 41. Cinquenta e um pontos ainda estarão em jogo – 24 por vitória, mais um ponto extra pela pole e por cada uma das melhores voltas.

Cirino foi um dos pilotos que desafiou a chuva para exibir seu truck pelo mais conhecido ponto turístico de Fortaleza. Em fase de crescimento, depois da dobradinha da marca no agreste pernambucano, onde Marques ganhou uma prova e ele terminou as duas em segundo, o experiente paranaense está confiante em superar o ponteiro da classificação na reta final. Enquanto Giaffone avisa que vai correr de olho nos principais adversários, numa tática definida de marcação dos outros fortes candidatos ao título, Cirino acena com uma proposta diferente. “Vamos trabalhar para colocar os dois caminhões da AM Motorsport na primeira fila. Depois, é olhar mais para primeira corrida e marcar o maior número de pontos possível. Sabemos o caminhão competitivo que temos. Na segunda, a disputa também será grande, mas nosso intuito é sair de cara na frente.”

A categoria vai correr num traçado diferente em Fortaleza, utilizando o sentido anti-horário. “O curvão, que chamamos de Desespero, vai separar os pilotos e será um ótimo ponto de ultrapassagem. Os treinos serão importantes para formarmos a estratégia, mas estou contente com essa nova direção do traçado e poder chegar em alta velocidade naquele ponto”, comentou Cirino.

A carreata partiu da Avenida Santos Dumont e se dirigiu à Beira-Mar. Os trucks de Cirino, Marques, Débora Rodrigues, Adalberto Jardim, Renato Martins e Regis Boessio chamaram a atenção do público, que aproveitou para tirar fotos e fazer vídeos. A concentração, no bairro Aldeota, também atraiu muitos fãs – crianças e adultos encantados com os brutos de mais de quatro toneladas e mil cavalos de potência. Com apoio da Polícia Militar do Ceará e da AMC, órgão responsável pelo trânsito de Fortaleza, o desfile percorreu cerca de quatro quilômetros até o Iate Clube. “Uma maneira especial de começar o fim de semana”, definiu Debora  “A interação com o público foi espetacular. Os carros e motos pelas ruas buzinavam para a gente enquanto passávamos, e passear pela cidade no truck foi muito legal”, elogiou Cirino. “Definitivamente, é uma experiência que vamos querer repetir sempre”, apontou Boessio.