Copa Truck: Giaffone é campeão do regional Nordeste

Paulista termina etapa de Fortaleza com uma vitória e um segundo lugar

Felipe Giaffone é o primeiro campeão da Copa Nordeste. O paulista terminou a rodada dupla de Fortaleza, realizada neste domingo no Autódromo de Eusébio, região metropolitana da capital cearense, com uma vitória e um segundo lugar, e superou o também paulista Roberval Andrade por boa margem na decisão: 95 a 76. Além de dominar o fim de semana desde o primeiro treino livre, Giaffone foi beneficiado pelos problemas enfrentados por seu principal adversário na decisão, Wellington Cirino. Sexto na primeira prova, ele teve um problema em uma mangueira do sistema de ar comprimido de seu caminhão e abandonou a disputa final.

“Estávamos com o computador aberto nos boxes, e cada troca de posição nas corrias eu recebia da equipe a nossa condição na tabela. O Roberval só seria vice-campeão se vencesse a segunda prova, e como sabíamos que ele brigaria até o final, só arrisquei tudo na última volta. Faltou muito pouco”, disse Giaffone, que ficou a apenas 0s076 da segunda vitória no fim de semana.

A disputa pela primeira posição em Fortaleza seguiu a receita que começou a ser preparada no treino de classificação. Os principais adversários de Giaffone na pista foram aqueles que haviam dado mais calor ao paulista na disputa pela pole: Roberval Andrade, Danilo Dirani e Beto Monteiro. Roberval chegou à decisão da Copa Nordeste apenas em sexto na tabela, mas garantiu o vice com uma vitória e um segundo lugar, a exemplo do campeão.

“Não tínhamos um caminhão tão rápido quanto o do Felipe, mas muito equilibrado. Por isso, pude disputar a ponta nas duas corridas”, comentou Roberval. “Estou muito feliz por minha equipe e pelo trabalho que foi feito. Isso aumenta a nossa confiança e estou com grande expectativa para a Copa Sudeste, principalmente pelo bom retrospecto que temos em Interlagos”, acrescentou o maior vencedor de corridas de caminhão no circuito paulista, com cinco conquistas.

Danilo Dirani foi protagonista da primeira prova até a volta 17, quando abandonou a perseguição a Felipe Giaffone por quebra de motor. Campeão da Copa Centro-Oeste e único piloto do Nordeste no grid, Beto Monteiro teve problemas na válvula de ar dos freios na corrida inicial, mas chegou ao pódio na segunda prova – para alegria da torcida local. “Largando de trás na segunda prova, em uma pista onde as ultrapassagens são difíceis, considero este pódio uma vitória. Foi uma pena que tivemos problemas na Copa Nordeste, mas diante desta corrida de recuperação acredito ser possível chegar competitivo à Copa Sudeste, que é o nosso próximo desafio”, resumiu o pernambucano.

A Copa Truck volta à ativa somente no dia 15 de outubro, quando começa em Curvelo (MG) a disputa pelo título da regional Sudeste. A temporada termina no dia 17 de dezembro, com a definição do terceiro campeão do ano, em São Paulo.

 

Os resultados em Fortaleza e a pontuação final da Copa Nordeste:

Corrida 1

1) Felipe Giaffone (Volkswagen),  23 voltas em 23min48s406

2) Roberval Andrade (Iveco), 1s866

3) Leandro Totti (Volkswagen), 2s768

4) Andre Marques (Mercedes-Benz), 15s155

5) Regis Boessio (Volkswagen), 18s151

6) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), 18s867

7) Fabio Fogaça (Ford), 47s128

8) Renato Martins (Volkswagen), 1min27s509

9) Luiz Lopes (Iveco), 1min27s848

10) Duda Bana (Scania), 1min32s871

11) Zé Maria Reis (Scania), a 1 volta

12) Danilo Dirani (Scania), a 6 voltas

13) Adalberto Jardim (Volkswagen), a 11 voltas

14) Pablo Alves (Ford), a 12 voltas

15) Djalma Fogaça (Ford), a 16 voltas

16) Joel Mendes Jr (Scania), a 19 voltas

17) David Muffato (Volkswagen), a 19 voltas

18) Beto Monteiro (Iveco), a 21 voltas

19) Witold Ramasauskas (MAN), 21 voltas

20) Débora Rodrigues (Volkswagen), 21 voltas

 

Volta mais rápida: Felipe Giaffone (Volkswagen) – 1min00s391

 

Corrida 2

1) Roberval Andrade (Iveco), 25 voltas em 26min04s410

2) Felipe Giaffone (Volkswagen), a 0s076

3) David Muffato (Volkswagen), a 4s990

4) Beto Monteiro (Iveco), a 17s673

5) André Marques (Mercedes-Benz), a 18s367

6) Fabio Fogaça (Ford), a 30s156

7) Débora Rodrigues (Volkswagen), a 41s064

8) Luiz Lopes (Iveco), a 43s214

9) Renato Martins (Volkswagen), a 1 volta

10) Witold Ramasauskas (MAN), a 1 volta

11) Zé Maria Reis (Scania), a 1 volta

12) Pablo Alves (Ford), a 2 voltas

13) Duda Bana (Scania), a 7 voltas

14) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 9 voltas

15) Regis Boessio (Volvo), a 14 voltas

16) Joel Mendes Jr (Scania), a 16 voltas

17) Leandro Totti (Volvo), a 18 voltas

18) Danilo Dirani (Scania), não largou

19) Adalberto Jardim (Volkswagen), não largou

20) Djalma Fogaça (Ford), não largou

 

Volta mais rápida: Felipe Giaffone (Volkswagen) – 1min01s279

 

Copa Nordeste

1) Felipe Giaffone, 95 pontos

2) Roberval Andrade, 76

3) André Marques, 75

4) Wellington Cirino, 66

5) Renato Martins, 56

6) Luiz Lopes, 50

7) Beto Monteiro, 37

8) Débora Rodrigues, 35

9) Leandro Totti, 34

10) Adalberto Jardim, 34

11) Witold Ramasauskas, 33

12) Fábio Fogaça, 29

13) David Muffato, 28

14) Zé Maria Reis, 27

15) Regis Boessio, 22