Cirino, Rei de Campo Grande, vence na Fórmula Truck

Wellington Cirino ganhou a terceira etapa da Fórmula Truck, disputada na tarde deste domingo no Autódromo de Campo Grande. Esta foi a 26ª vitória do tetracampeão na mais popular categoria do automobilismo da América do Sul. Agora, o piloto do caminhão Mercedes-Benz está a uma de igualar o recorde de Renato Martins, que tem 27 primeiros lugares. A emocionante prova na capital do Mato Grosso do Sul teve três líderes durante as duas fases da corrida. David Muffato, que largou na frente e terminou em primeiro a fase inicial, Felipe Giaffone e Cirino. Apesar dos bons resultados dos adversários, quem reduziu a diferença para o ainda líder Giaffone foi Diogo Pachenki, que repetiu o segundo lugar conquistado na segunda etapa, em Curitiba. Ele chegou a 119 pontos contra 129 de Giaffone, que levou os dois pontos de bônus por ter feito as duas melhores voltas rápidas.

Acompanhe depoimento de Wellington Cirino:

 

Depois de largar na pole position, sua primeira na Fórmula Truck, o experiente David Muffato se manteve na ponta e fechou em primeiro na fase inicial da terceira etapa. Ele foi seguido de perto por Felipe Giaffone e por André Marques. Cirino ficou em quarto lugar. Na segunda fase, o forte ritmo dos líderes começou a cobrar o preço. Muffato, que tinha sido ultrapassado por Giaffone, teve problemas e acabou por abandonar, assim como Giaffone, logo depois. O então terceiro colocado André Marques também enfrentou dificuldades e deixou de pontuar.

Cirino, que confessou ter economizado bastante seu caminhão nas primeiras voltas, assumiu a ponta e em não foi ameaçado por Pachenki, que tinha problemas de câmbio, nada tão sério que o impedisse de terminar a corrida num excelente segundo lugar. Quem também marcou presença no pódio, formado pelos que terminam na frente somente na segunda fase, foi Djalma Fogaça. O Monstro levou seu caminhão Ford ao terceiro lugar e foi seguido por Débora Rodrigues, que voltou a terminar entre os cinco primeiros depois de deixar escapar o pódio em Curitiba, quando seu caminhão quebrou na última volta.

Outro destaque foi Luiz Lopes, o quinto colocado que pela terceira vez na carreira conquistou o pódio. Ele e o bicampeão Beto Monteiro têm trabalhado muito para fazer seu caminhão Iveco mais competitivo. A próxima corrida está marcada para o dia 5 de junho no Autódromo de Goiânia, capital do Estado de Goiás.

 

Resultado da primeira fase da Fórmula Truck, em Campo Grande:

1) David Muffato (MAN TGX), 14 voltas em 25min33s017
2) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), a 0s307
3) André Marques (RM Competições-MAN), a 3s643
4) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), a 5s407
5) Paulo Salustiano (ABF Mercedes-Benz), a 31s789
6) Diogo Pachenki (Copacol Truck Racing), a 40s094
7) Régis Boessio (Boessio Competições), a 44s513
8) Jaidson Zini (Dakar Motorsports), a 49s366
9) Alex Fabiano (ABF Azulim Indy Truck Racing), a 53s763
10) Débora Rodrigues (RM Competições-MAN), a 57s372
11) Joel Mendes Júnior (Fábio Fogaça Motorsports), a 1min23s339
12) Pedro Muffato (Muffatão Racing), a 2min00s550
13) Djalma Fogaça (DF Racing Fans), a 1 volta
14) Raijan Mascarello (ABF Racing Team), a 2 voltas
15) Geraldo Piquet (DF Motorsports), a 2 voltas
16) Roberval Andrade (Ticket Car Corinthians), a 4 voltas
17) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), a 5 voltas
18) Leandro Totti (Clay Truck Racing), a 8 voltas
19) Adalberto Jardim (RM Competições-MAN), a 9 voltas
20) Beto Monteiro (Lucar Motorsport), a 10 voltas

Melhor volta: Felipe Giaffone, 1min48s064, média de 116,9 km/h

 

Resultado da segunda fase da Fórmula Truck, em Campo Grande:

1) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), 9 voltas em 26min32s001
2) Diogo Pachenki (Copacol Truck Racing), a 2s130
3) Djalma Fogaça (DF Racing Fans), a 3s922
4) Débora Rodrigues (RM Competições-MAN), a 11s817
5) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), a 19s791
6) Alex Fabiano (ABF Azulim Indy Truck Racing), a 30s349
7) David Muffato (MAN TGX), a 50s798
8) Jaidson Zini (Dakar Motorsports), a 2min27s985
9) Joel Mendes Júnior (Fábio Fogaça Motorsports), a 2 voltas
10) Beto Monteiro (Lucar Motorsport), a 2 voltas
11) André Marques (RM Competições-MAN), a 4 voltas
12) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), a 6 voltas
13) Adalberto Jardim (RM Competições-MAN), a 7 voltas

Melhor volta: Felipe Giaffone, 1min48s957, média de 116,0 km/h