Felipe Giaffone vence Fórmula Truck em Cascavel

Felipe Giaffone venceu de ponta a ponta a nona e penúltima etapa da Fórmula Truck, disputada neste domingo à tarde no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. Giaffone completou as duas fases do Grande Prêmio Bridgestone Bandag na frente depois de largar na pole position e embolou de vez a briga pelo título da mais popular categoria da América do Sul. A liderança continua com Leandro Totti, que mesmo com o caminhão bastante avariado chegou a 327 pontos já contando com o descarte obrigatório.

A vice-liderança do Campeonato Brasileiro da Fórmula Truck continua com Paulo Salustiano. Para chegar aos 317 pontos (com o descarte) ele fez excepcional corrida de recuperação e, depois de largar em 17º lugar devido à punição sofrida no treino classificatório de sábado, completou a primeira fase no quinto posto e a segunda em segundo lugar, o que o levou a mais um pódio nesta que é sua melhor temporada na categoria.

Felipe Giaffone, que conquistou sua quarta vitória nesta temporada e a 23ª na carreira – o maior vencedor é Renato Martins, com 27 primeiros lugares seguido por Wellington Cirino com 25 – diminuiu bastante a diferença para os dois primeiros colocados na classificação geral do campeonato e se manteve na briga pelo título. Ele marcou 51 pontos, chegou a 316, está 11 atrás de Totti e um de Salustiano. Essa disputa promete muita emoção para Londrina.

Na primeira fase o acidente entre Djalma Fogaça e Leandro Totti provocou a entrada do Safety Car e, enquanto Fogaça foi levado aos boxes (depois conseguiu retornar), Totti continuou na pista mesmo com grande parte da carenagem do seu caminhão destruída, principalmente na parte da frente. Numa demonstração de grande pilotagem, que fez uma breve parada para reparos, Totti terminou em 13º na fase inicial e em quinto na segunda e decisiva fase, o que o levou ao pódio.

Em Londrina, conforme prevê o regulamento, os três primeiros colocados estarão liberados de usar o restritor de potência. De acordo com o regulamento, os pilotos são obrigados a descartar uma etapa, com exceção da última etapa, dia 6 de dezembro em Londrina.

Resultado da primeira fase da nona etapa da Fórmula Truck, disputada em Cascavel:

1º) Felipe Giaffone (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, 9 voltas em 28min02s2078, média de 141,4 km/h

2º) Diogo Pachenki (Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 0s5045

3º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 1s0937

4º) Beto Monteiro (Iveco), Lucar Motorsports, a 3s0863

5º) Paulo Salustiano (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 5s6128

6º) David Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 5s9073

7º) Débora Rodrigues (Volkswagen Constellation – MAN), RM Competições, a 7s4354

8º) Raijan Mascarello (Ford), DF Racing Fans, a 11s3504

9º) Roberval Andrade (Scania), Corinthians Motorsport, a 11s4285

10º) Jaidson Zini (Iveco), Dakar Motorsport, 
a 14s4869

11º) André Marques (MAN TGX), RM Competições, a 14s9648

12º) Rogério Castro (Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 16s3137

13º) Leandro Totti (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, a 19s4679

14º) Pedro Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 26s4438

15º) Alex Fabiano (Volvo), Clay Truck Racing, a 30s1574

16º) Régis Boessio (Volvo), Boessio Competições, a 36s4791

17º) Djalma Fogaça (Ford), DF Racing Fans, a 8 voltas

16º) Fabiano Brito (Scania) Max Power Racing Team, a 7 voltas

11º) Adalberto Jardim (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, a 5 voltas

Melhor volta: Felipe Giaffone (Volkswagen Constellation-MAN), 1min17s8448, média de 141,4 km/h

Resultado da segunda fase da nona etapa da Fórmula Truck, disputada em Cascavel:

1º) Felipe Giaffone (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, 15 voltas em 28min38s4789, média de 140,7 km/h

2º) Paulo Salustiano (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 1s1066

3º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 1s8578

4º) David Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 2s0121

5º) Leandro Totti (Volkswagen Constellation-MAN), RM Competições, a 4s8977

6º) Débora Rodrigues (Volkswagen Constellation – MAN), RM Competições, a 13s4732

7º) André Marques (MAN TGX), RM Competições, a 21s0883

8º) Jaidson Zini (Iveco), Dakar Motorsport, 
a 23s3236

9º) Roberval Andrade (Scania), Corinthians Motorsport, a 24s5167

10º) Raijan Mascarello (Ford), DF Racing Fans, a 29s4582

11º) Pedro Muffato (Scania), Muffatão Racing, a 37s4567

12º) Alex Fabiano (Volvo), Clay Truck Racing, a 54s5956

13º) Djalma Fogaça (Ford), DF Racing Fans, a 55s5249

14º) Beto Monteiro (Iveco), Lucar Motorsports, a 1 volta

15º) Régis Boessio (Volvo), Boessio Competições, a 3 voltas

16º) Diogo Pachenki (Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 4 voltas

17º) Rogério Castro (Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 11 voltas

18º) Fabiano Brito (Scania) Max Power Racing Team, a 12 voltas

Melhor volta: David Muffato (Scania), Muffatão Racing, 1min17s8707, média de 141,4 km/h