Vergne segue determinado mesmo podendo ganhar o campeonato em Zurique

Jean-Eric Vergne reivindicou seu quinto pódio na campanha atual da FE, no sábado em Berlim, e manteve o recorde de terminar entre os cinco primeiros em todos os eventos desta temporada.

O piloto da Techeetah agora tem uma vantagem de 40 pontos sobre o rival mais próximo, Sam Bird, mas disse que se recusará a desistir das vitórias, mesmo tendo uma tranquila vantagem. O francês ficou em terceiro, durante o e-PRIX alemão, com uma agressiva manobra contra Sebastien Buemi, a dez voltas do final da prova, enquanto Daniel Abt e Lucas di Grassi garantiram uma dobradinha para Audi na frente do grid.

“A terceira posição era o alvo – eu tive uma briga dura com Sebastien, o que acho justo. Eu acho que ele poderia estar pensando que eu estava jogando o campeonato, então eu não arriscaria nada, mas isso não é quem eu sou”, disse Vergne ao “E-racing365”.

“Espero que ele entenda e todos entendam que não importa se há um campeonato para mim ou não. Ainda vou estar correndo ao máximo e não há motivos para eu ser legal com ninguém”, resumiu o piloto.

A próxima etapa da FE ocorre em Zurique no mês que vem. Caso o francês agarre um segundo lugar, com a volta mais rápida e Bird não pontue, Vergne se confirmaria como o campeão da quarta temporada. Mas o piloto da Techeetah afirma que a sua atitude, em relação à competição, não mudará se ele levar o título na Suíça.

“Não tenho motivos para mudar a forma como corro. Sou justo, corro muito e sempre termino – sou sempre consistente. Então, não há razão para eu mudar nada, só porque posso ganhar o campeonato em Zurique”, declara Jean-Eric Vergne.