Renault deixará a FE para “focar em objetivos agressisos” na Fórmula 1

A fabricante francesa de automóveis Renault vai liberar mais recursos para o desenvolvimento de sua equipe na Fórmula 1.

A Renault anunciou que está saindo da Fórmula E, totalmente elétrica, para “focar recursos em seus objetivos agressivos na F1”.

A equipe de FE, que já conquistou três títulos na série elétrica, passará por uma “transição suave” para se tornar Nissan, montadora japonesa, que possui mais de 40% das ações da Renault.

“Após a temporada quatro, iremos concentrar os recursos em nossos objetivos agressivos na Fórmula 1”, confirmou o chefe de marketing da Renault, Thierry Koskas.