Piquet Jr: “NASCAR é o exemplo do que se pode oferecer aos fãs”

O piloto da Jaguar, Nelson Piquet Jr, afirmou que apesar da abertura da Fórmula E para os fãs ser maior que a Fórmula 1 ainda não é comparável com a NASCAR.

O brasileiro, que ocupa a quinta posição no campeonato elétrico com 33 pontos após quatro etapas, chegou a estar em segundo durante o ePrix de Santiago depois de uma excelente largada mas perdeu posições e terminou em quinto.

Falando com exclusividade à imprensa brasileira em Santiago onde a F1Mania realizou a cobertura ‘in loco’ do ePrix de Santiago, no último final de semana, Piquet comentou sobre a acessibilidade da categoria elétrica e afirmou que a NASCAR é o grande exemplo para ser seguido.

“A Fórmula E não é a ‘coisa’ mais acessível do mundo”, disse ele. “Comparado com a NASCAR, hoje em dia ela ainda é bem mais acessível que a FE”.

“Você pode comprar uma credencial de 20/25 dólares e passar pelo paddock (na NASCAR). Aqui isso custo uns dois mil euros.

“Mas eles tentam (FE), criaram as sessões de autógrafos, algumas coisas para aproximar mais os pilotos dos fãs, o próprio fan boost”, acrescentou Piquet.

“Mas de certa forma ainda tem uma barreira maior do que eu imagino que poderia ter.

“A NASCAR pra mim ainda é o exemplo do que eles poderiam oferecer aos fãs.

“Eu como fã, sem uma boa quantidade de dinheiro, iria preferir o acesso que os fãs da NASCAR tem.

“Aqui ainda não é fácil ter acesso aos pilotos.”