Piquet elogia o público no ePrix da Cidade do México

Não é todo dia que Nelsinho Piquet consegue largar em último e terminar nos pontos.

Menos de uma semana depois de realizar essa façanha em dupla com Átila Abreu na Stock Car, o campeão mundial da FIA Fórmula E não conseguiu repetir a dose no ePrix da Cidade do México, quinta etapa da segunda temporada dos carros elétricos.

Novamente o brasiliense lidou com o carro #1 do Nextev TCR bastante instável, em uma prova marcada por poucas ultrapassagens a despeito de ter sido realizada em um autódromo e não em pista de rua, como é a marca registrada da categoria.

Largando do fim do grid, depois de um acidente no quali, o campeão mundial terminou em 14º na capital mexicana.

“Na tomada de tempo estava procurando o limite do carro, e acabei encontrando da pior maneira”, brincou o piloto. “Na prova, fizemos o que dava. Tenho que agradecer o empenho dos mecânicos em aprontar o carro para a competição e fiquei muito contente em ver o entusiasmo da torcida aqui no México.”

A próxima etapa da Fórmula E acontece em Long Beach, pista californiana onde Piquet venceu na temporada passada.

Antes disso, nos dias 25 e 25 de março, Nelsinho participa ao lado de Nico Prost e Nick Heidfeld do prólogo do FIA WEC (Campeonato Mundial de Endurance) em Paul Ricard com o protótipo #12 da equipe Rebellion, o carro da classe LMP1 com o qual vai competir as 24 Horas de Le Mans em parceria com os adversários da Fórmula E.