Mortara define como “excesso de confiança” o “erro estúpido” que lhe custou a vitória em Hong Kong

Edoardo Mortara admitiu que o “erro estúpido” que lhe custou a vitória no fim de semana de estreia da Fórmula E em Hong Kong foi porque estava excessivamente “confiante”.

Mortara liderou a corrida de domingo com autoridade depois que o pole-position Felix Rosenqvist rodou na Curva 1 e ia garantindo a primeira vitória da Venturi na FE quando perdeu a traseira do carro na Curva 2 e rodou com menos de três voltas para o fim.

Isso o rebaixou para o terceiro lugar, embora ele tenha sido promovido para o segundo lugar quando o vencedor, Daniel Abt, foi desclassificado por “diferentes códigos de barras” em elementos do inversos e MGU.

“Eu acho que em algum momento eu queria muito (vencer) e cometi um erro estúpido, às vezes você precisa admitir isso”, disse Mortara.

“Eu provavelmente estava muito confiante, eu deveria ter pilotado pensando na vitória.

“às vezes, pequenos erros podem ter grandes consequências e hoje teve.

“É difícil encontrar as palavras, é difícil engolir”.

Venturi lutou contra a falta de confiabilidade nos testes de pré-temporada em Valência em conta de um lote defeituoso de componentes da caixa de câmbio, o que significou que foi “no desconhecido” para Hong Kong.

No entanto, Mortara marcou pontos já no sábado, conseguindo uma P7 e minimizou as dificuldades.

“Hoje o pacote estava funcionando incrivelmente bem e foi muito fácil pra mim alcançar os objetivos de energia.

“Espero que na próxima corrida eu me concentre mais nas últimas voltas.”