Lotterer atrapelou seu mecânico no México: “Faz parte da corrida”

Andre Lotterer, piloto da Techeetah, afirmou que o risco em algum membro da equipe se ferir durante os pitstops na Fórmula E “faz parte da corrida” e que pode acontecer com todas as equipes.

O alemão cortou a perna direita de um de seus mecânicos enquanto saia dos boxes após ter feito a troca dos carros na metade do ePrix da Cidade do México do último sábado e recebeu uma penalização por sair sem segurança do pitlane.

Foi o primeiro incidente desse na FE, depois que a categoria elétrico acabou com o tempo mínimo de pitstops antes da corrida de Santiago no mês passado.

Quando perguntado se o acidente teria sido uma consequência dessa decisão, Lotteres disse: “Sim, acho que as coisas que podem acontecer – talvez com todas as corridas – mas com equipes diferentes”.

“Todo mundo está tentando os limites e os carros estão muito próximos, não há muito espaço para o que o mecânico depois que os cintos estão apertados”, disse Lotterer ao site ‘Autosport’.

“Mas é a mesma coisa que outros pitstops em outras categorias – o mecânico troca o pneu e sempre pode acontecer alguma coisa. Mas faz parte da corrida”.

O mecânico sofreu ferimentos leves no incidente, o que custou uma penalidade para Lotterer: “Eu parei como sempre, mas foi uma fração de segundo, talvez um pouco antes (ele tenha saído), eu não sei o que aconteceu.

Ele está bem, o que também é importante. Mas foi ruim para o resultado porque P7 era nossa posição – então pontos – e em vez disso P13”.