Jaguar comemora contratação de Nelsinho Piquet: “Estava no topo da nossa lista”

A transferência de Nelson Piquet Jr para a equipe de Fórmula E da Jaguar só foi possível devido à fraca temporada 2016/17 com a equipe NextEV.

Piquet juntou-se a Mitch Evans na formação de pilotos da Jaguar para 2017/18, um ano depois do início das negociações com a equipe.

Enquanto as negociações que iniciaram no verão passado não se transformaram em mudanças sérias, Piquet tornou-se a opção mais cobiçada para o fabricante britânico de propriedade indiana, na media em que a temporada se desenvolveu.

Piquet desfrutou de um primeiro semestre razoável da temporada 2016/17, tendo conquistado a pole na etapa inicial em Hong Kong e pontuando em cinco das seis primeiras corridas.

Mas depois disso o rendimento de Piquet caiu, e não conseguiu mas se qualificar ou terminar no top 10 na segunda metade da temporada quando caiu para 11º nos pontos e a NextEV terminou na sexta posição no campeonato de equipes.

“Nós empurramos todo o caminho até a última corrida e demos nossa fé em Adam (Carroll, que Piquet substitui) e Mitch”, disse James Barclay, diretor da equipe da Jaguar.

“Mas ao mesmo tempo você tem que ser realista também.

“Nelson estava no topo da nossa lista. Ele foi campeão na primeira temporada.

“Nós queríamos um vencedor comprovado. Reduzir as incógnitas é crucial para nós neste momento.

“Felizmente para nós, ele ficou disponível devido a onde ele terminou no campeonato.

“Nós estávamos realmente interessados em conseguir tudo ajeitado o mais rápido possível e ter Nelson em nosso carro como parte de nosso programa de desenvolvimento”, acrescentou.