Fórmula E divulga calendário para a temporada 2018/19

A FIA e a Fórmula e revelaram hoje o calendário para a temporada 2018/19 da série totalmente elétrica, bem como detalhes sobre o novo formato de corrida e modos de potência  do novo carro segunda geração que será usado na quinta temporada.

O calendário foi publicado após a reunião do Conselho Mundial de Automobilismo (WMSC) em Manila e apresenta 13 corridas em 12 cidades de quatro continentes – começando em Ad Diriyah com a estreia na FE no Oriente Médio em 15 de dezembro e chegando ao fim em Nova York com a rodada dupla nos dias 13 e 14 de julho.

A FE regressa a vários locais, incluindo Marraquexe, Cidade do México e Hong Kong, que se desloca para uma data posterior em março. Juntamente com as corridas na África, Ásia e América do Norte.

Na Europa, os carros da Fórmula E vão enfrentar várias cidades do continente, com corridas em Roma, Paris, Berlim e Zurique, além de visitar as ruas de Mônaco pela terceira vez no dia 11 de maio.

A FIA também divulgou mais detalhes sobre as mudanças no formato da corrida, levando em conta o aumento da capacidade de armazenamento de energia e potência do Gen2 para a próxima temporada, que pode completar uma corrida completa sem a necessidade de fazer a troca de carros.

Em uma tentativa de promover uma mistura de opções estratégicas, além de melhorar e manter a natureza intensa e imprevisível das corrida de FE, será obrigatório que os pilotos usem dois modos de potência diferentes ao longo de uma corrida.

Os pilotos poderão acessar 225 kW de potência no modo mais forte – ao contrário dos 200 kW padrão disponíveis durante a corrida – depois de passarem por uma zona única de ativação. A zona de ativação será claramente visível e marcado no circuito para os fãs na pista e aqueles que estiveram assistindo na TV. Os dois modos de potência em cada carro serão indicados com cores diferentes no inovador sistema LED no dispositivo de proteção do cockpit halo.

O número exato de usos individuais e a duração relativa do modo de maior potência irão varias em cada evento e serão determinados pela FIA. Será a critério das equipes e pilotos, quando ativar o modo de maior potência durante toda a corrida dentro dos limites estabelecidos pela FIA.

Os pilotos também poderão ativar o Fanboost – o mecanismo exclusivo de votação interativa que permite que três pilotos recebam energia extra – somente quando os carros estiverem rodando em um modo de maior potência, levando a potência máximo disponível para 250 kW.

Outras alterações para a quinta temporada incluem mudanças no número de carros que chegar até a Super Pole, para acomodar melhor o grid de 22 carros. O novo formato da qualificação agora será entre os seis pilotos mais rápido da fase de grupos, com o mais rápido sendo o pole position.

As distâncias das corridas não serão mais medidas em voltas, mas serão executadas em um limite de tempo de 45 minutos mais uma volta para receber a bandeira quadriculada. O prêmio para a volta mais rápido também será substituído, com pontos atribuídos ao piloto mais eficiente classificado nas cinco primeiras posições – recompensando o piloto que usou a menor quantidade de energia.

  1. Arábia Saudita – Ad Diriyah / 15 de dezembro de 2018
  2. Marrocos – Marraquexe / 12 de janeiro de 2019
  3. À confirmar / 26 de janeiro de 2019
  4. México – Cidade do México / 16 de fevereiro de 2019
  5. China – Hong Kong / 10 de março de 2019
  6. China – à confirmar / 23 de março de 2019
  7. Itália – Roma / 13 de abril de 2019
  8. França – Paris / 27 de abril de 2019
  9. Mônaco – Monte Carlo / 11 de maio de 2019
  10. Alemanha – Berlim / 25 de maio de 2019
  11. Suíça – Zurique / 9 de junho de 2019
  12. EUA – Nova York / 13 de julho de 2019
  13. EUA – Nova York / 14 de julho de 2019