Em Paris, Buemi vence em dia desastroso para Di Grassi

Sebastien Buemi conquistou sua quinta vitória da temporada enquanto seus principais adversários Jean-Eric Vergne e o segundo colocado no campeonato Lucas di Grassi bateram e abandonaram o ePrix de Paris.

Buemi conseguiu lidar com a ameaça de Vergne na segunda metade da corrida quando o francês acertou sua Techeetah no muro na saída da penúltima curva.

Isto promoveu o novato José Maria López, da DS Virgin, já a caminho de seu primeiro pódio, ao seu melhor resultado, segundo lugar, enquanto Nick Heidfeld completou em terceiro.

Buemi suportou um ataque de Vergne por fora na Curva 1 na largada, então facilmente liderou o pelotão. Ele aumentou sua liderança para três segundos pela primeira vez quando Di Grassi ficou lado a lado com Antonio Félix da Costa na Curva 7 na volta 20 de um total de 49 voltas.

Di Grassi estava atacando Da Costa pela 13ª posição e passou o piloto da Andretti por fora, então cruzou o ‘apex’ da curva – onde foi acertado pelo português, que manteve seu bico por dentro.

Isto jogou ambos na barreira de proteção, porém Di Grassi conseguiu retornar e ir para os boxes enquanto uma bandeira amarela foi dada para retirada do carro de Da Costa.

Isto disparou uma troca prematura de carros, porém quando a corrida foi reiniciada na volta 23, Mike Conway, que não havia parado, segurou uma liderança falsa por três voltas.

Quando ele parou, Buemi foi para frente novamente, só que desta vez liderando Vergne por pouco mais do que um segundo.

O suíço da Renault e.dams estava aumentando sua vantagem quando Vergne escorregou na saída da Curva 13 na volta 34 e bateu no muro, disparando o Safety Car.

A equipe Techeetah sugeriu que um problema mecânico causou o acidente do francês.

López apareceu em segundo e manteve Buemi sob pressão até Di Grassi bater na Curva 8 a duas voltas do final e trouxe outro Safety Car.

Naquele momento, o brasileiro da Audi-ABT estava forçando pela volta mais rápida, dentro recebido uma punição por fazer seu pit-stop para troca de carros mais curto do que o determinado para o ePrix de Paris logo após sua primeira batida.

O Safety Car causou um anticlímax para encerrar uma corrida caótica, com Buemi – que lidera o campeonato sobre Di Grassi agora por 43 pontos – liderando López, Heidfeld, Félix Rosenqvist, Robin Frijns e Nicolas Prost.

Houve uma distância enorme depois do sexteto receber a bandeirada porque o sétimo colocado Daniel Abt sofreu um problema em seu carro na última volta e diminui dramaticamente na reta oposta – com aqueles atrás dele relutando em ultrapassar sob bandeiras amarelas.

Isto foi uma grande vantagem para Frijns, que tinha uma punição de cinco segundos por ultrapassar a velocidade máxima na bandeira amarela causada por Di Grassi próximo ao meio da corrida, mas caiu somente para sexto quando aplicada.

O drama de Abt promoveu Esteban Gutierrez, da Techeetah, para sétimo na bandeirada, mas sua punição de cinco segundos dada pelo mesmo motivo de Frijns o derrubou para 12º.

Isto deu a Nelsinho Piquet a sétima posição e ao estreante Tom Dillmann a oitava, e também garantiu a terceira corrida seguida nos pontos para a Jaguar e Evans, que estaria entre os seis primeiros não fosse tanto tempo perdido na troca de carros.

Stephane Sarrazin conquistou o último ponto ao terminar em décimo tendo largado em último.

A próxima etapa da Fórmula E será disputada através de rodada dupla em Berlim nos dias 10 e 11 de junho.

 

Confira o resultado do ePrix de Paris:

1) Sebastien Buemi (e.dams), 59m41.125s
2) Jose Maria Lopez (Virgin), +0.707s
3) Nick Heidfeld (Mahindra), +2.043s
4) Felix Rosenqvist (Mahindra), +2.621s
5) Nicolas Prost (e.dams), +3.521s
6) Robin Frijns (Andretti), +7.999s
7) Nelson Piquet Jr. (NextEV), +32.420s
8) Tom Dillmann (Venturi), +32.929s
9) Mitch Evans (Jaguar), +33.369s
10) Stephane Sarrazin (Venturi), +34.051s
11) Oliver Turvey (NextEV), +35.082s
12) Esteban Gutierrez (Techeetah), +36.197s
13) Daniel Abt (Abt), +1 Volta
14) Mike Conway (Dragon), +1 Volta
15) Adam Carroll (Jaguar), +1 Volta
16) Sam Bird (Virgin), +2 Voltas
OUT) Jean-Eric Vergne (Techeetah), Abandono
OUT) Jerome d’Ambrosio (Dragon), Abandono
OUT) Lucas di Grassi (Abt), Abandono
OUT) Antonio Felix da Costa (Andretti), Abandono