Audi deve apelar sobre a punição que tirou a vitória de Daniel Abt

O chefe da equipe Audi, Allan McNish, diz que a equipe planeja apelar da decisão que resultou na desclassificação de Daniel Abt da segunda corrida da Fórmula E deste fim de semana em Hong Kong.

Abt foi desclassificado depois de uma inspeção técnica pós-corrida revelar que os adesivos de segurança da FIA em dois componentes – o inversor e motor – não batiam com àquelas que foram submetidas em um dos passaportes técnicos do carro.

“A FIA nos notificou que os códigos de barra no MGU e no inversor não correspondiam aos números de código de barra que estão no passaporte técnico. Por conta deste processo então anunciamos nossa intenção de apelar”, disse McNish ao site ‘e-racing365’.

“Nós então seguiremos o processo porque isto nos dá a chance de entender e ver o que aconteceu nesta situação”.

Questionado como esta confusão poderia ter acontecido no começo do fim de semana, McNish disse: “Isto é algo que precisamos entender”.

McNish confirmou que o inversor e o MGU do Audi e-tron FE04 de Abt foram lacrados pela FIA.