Abt não identifica problema que gerou desclassificação de Di Grassi

A equipe Abt Audi Sport Formula E não tem explicação para o carro de Lucas di Grassi estar abaixo do peso mínimo no México no último fim de semana, resultando na exclusão do brasileiro.

Di Grassi perdeu a vitória no ePrix da Cidade do México e a liderança do campeonato quando foi desclassificado depois da inspeção pós-corrida, com seu carro sendo pego 1,8 kg abaixo do limite mínimo de peso.

A equipe Abt decidiu não apelar da decisão, citando preocupações sobre quaisquer efeitos para a próxima etapa em Long Beach no dia 2 de abril como um dos principais motivos.

“O carro foi pesado várias vezes aqui no México e excedeu o peso mínimo em todas as ocasiões”, disse o chefe de equipe Hans-Jurgen Abt.

“Porque nossa equipe não fez quaisquer mudanças, não temos explicação para a medição depois da corrida”.

“Nós tentaremos descobrir o motivo por não atingir o peso mínimo – nós só podemos nos desculpar com o Lucas”.

“Ele fez uma corrida incrível e venceu de forma convencedora por mais de cinco segundos, mas perdeu seu prêmio. Nós faremos de tudo para superar este erro e colocar Lucas de volta na luta pelo título”.

Di Grassi está agora a 22 pontos do piloto da Renault e.dams, Sebastien Buemi, na liderança do campeonato de pilotos.