Wolff diz que Marko está vendo “fantasmas” em suposta conspiração de pneus da Pirelli

Toto Wolff, chefe da equipe Mercedes, diz que Dr. Helmut Marko está vendo “fantasmas”, depois que o conselheiro da Red Bull acusou o time alemão de “influenciar” a Pirelli, a alterar os pneus em favor da Mercedes para o GP da Espanha.

Para a corrida em Barcelona, a Pirelli trouxe pneus com uma banda de rodagem em 0,4mm mais fina, com a proposta de reduzir as bolhas nos compostos, mas foi acusada por equipes rivais da Mercedes de favorecimento aos alemães.

Marko, um dos responsáveis da equipe Red Bull, foi enfático em suas críticas à decisão da Pirelli: “Os pneus foram trocados a pedido da Mercedes. Quando você é um time e um fabricante ao mesmo tempo, você pode fazer isso. Nós produzimos bebidas energéticas. É claro que não podemos influenciar tanto em comparação a um fabricante de carros de passeio”, disse o conselheiro ao tabloide alemão “Bild”.

Wolff disparou sua resposta ao time austríaco: “Não é a primeira vez que o médico (Dr. Helmut Marko) vê fantasmas. Houve problemas com bolhas nos pneus nos testes de inverno, mesmo na Red Bull. Os (Pneus) traseiros pareciam uma paisagem vulcânica. Então a Pirelli melhorou eles. É ruim para os negócios se os pneus explodirem”, respondeu Toto Wolff.

O fato principal é que a fabricante foi duramente criticada pela mudança. Mario Isola, gerente de corridas da Pirelli, já deu declarações sobre a situação no início da semana. Além disso, em um primeiro momento, Sebastian Vettel criticou a fornecedora, mas afirmou posteriormente que a Pirelli foi correta em sua decisão. A mudança na espessura dos pneus também afetará os GPs franceses e britânicos.