Wolff defende Hamilton após dificuldade em solucionar problema

Toto Wolff insiste que era impossível para Lewis Hamilton saber como resolver um problema elétrico que afetou seu carro durante o GP da Europa.

Hamilton tinha avançado do 10º para o 5º lugar, quando encontrou um problema ao definir uma configuração que restringiu a potência disponível, e pediu conselhos sobre como corrigir o problema.

Contudo, as regras da Fórmula 1 proíbem isso, impedindo a Mercedes de ajudar Hamilton e deixando o britânico para tentar encontrar a solução por si mesmo.

“Ele relatou alguns problemas elétricos mais cedo, mas só se tornaram claros no seu pitstop que estava sofrendo de um grande déficit de desempenho no carro”, explicou Wolff.

“Uma vez que tínhamos identificado o problema, que poderia ter sido solucionado com uma simples mensagem de rádio. Mas as regras, que são naturalmente a mesma para todos, nos impediram de fazê-lo e só estamos autorizados pela FIA a usar frases muito específicas”.

“Foi um problema incomum e não intuitivo com um modo de motor, então não havia maneira de Lewis saber o que mudar para resolvê-lo”.

  • Atiliorp

    Em vez de ficar como o Neymar , deveria treinando e aprendendo para que serve os podões e como corrigir as falhas, mais foi passear no USA