Williams: “Não podemos ter mais um ano como 2017”

A diretora da Williams, Claire Williams, disse que a equipe “não pode ter mais um ano como 2017”, no caminho para retornar à competitividade.

Claire citou a entrada de Paddy Lowe e disse que o diretor possuis

“Como você espera, alguém do calibre de Paddy tem um plano”, comentou Claire.

“Desde que ele se juntou a nós, ele está realizando uma análise completa do time na fábrica e também na pista para entender melhor nossas dificuldades.

“Nós já discutimos isso com o conselho e agora estamos observando como alocamos os recursos para avançar em 2018 para que possamos abordar nossos pontos fracos.

“Eu acho que muitas das nossas fraquezas apareceram no meio da temporada do ano passado e não podemos entrar em outra temporada com os mesmos problemas que tivemos.

“Então, temos confiança total em Paddy, mas também trouxemos alguns funcionários experientes para trabalhar com ele, como Dirk de Beer, que dirige nosso departamento de aerodinâmica agora também.

“Mas, como eu disse, não podemos mais ter um ano como esse”.

Claire Williams acrescentou que sua preocupação por enquanto é apenas em manter o quinto lugar na classificação de construtores e ainda não pensou nos pilotos para temporada de 2018.

“Eu acho que deixei claro que a equipe no momento está se concentrando no Campeonato de Construtores, precisamos consolidar a P5”, disse ela.

“Eu não acho que conseguiremos alcançar a Force India, infelizmente, mas há muitos times atrás de nós que querem nos ultrapassar, e não podemos permitir isso.

“Para nós, o foco realmente deve estar no desempenho na pista em vez de nos distrairmos pensando sobre a formação de pilotos para próxima temporada”.

Williams detém uma vantagem de 15 pontos sobre a Toro Rosso após Lance Stroll e Felipe Massa conquistarem a sétima e oitava posição, respectivamente, no Grande Prêmio da Itália.