Williams acredita que “surpresas” acontecerão no GP da Europa

Enquanto a Fórmula 1 se aventura no desconhecido, Pat Symonds diz que espera que o novo circuito de rua de Baku “traga algumas surpresas”.

“O circuito de Baku parece ser uma pista incomum e por isso simulações tiveram de ser feitas usando mapas de topografia em vez de detalhes escaneados diretamente da pista”, disse Symonds, diretor técnico da Williams.

“Talvez a característica mais notável do circuito de 6 km seja a parte plana depois da curva 16, passando a linha de chegada e indo até a curva 1, onde esperamos que os carros atinjam velocidades superiores a 320 km/h”.

“O primeiro setor consiste de curvas de 90 graus, antes do início do segundo setor com uma série de curvas relativamente fechadas em sucessão rápida a partir da curva 7 até a 12. O circuito termina o setor 2 com outra curva de 90 graus levando para uma longa reta”.

O tempo pode desempenhar um papel importante já que as equipes esperam temperaturas elevadas no Azerbaijão com Symonds prevendo que poderia vir algumas surpresas no domingo.

“Está muito longe para previsões meteorológicas precisas, mas normalmente em junho, as temperaturas máximas estão perto dos 20°C. Estatisticamente, esperamos um tempo seco como vemos no Bahrain, em abril”.