Wehrlein vê déficit da Manor “muito menor” para outras equipes

Pascal Wehrlein expressou otimismo sobre o potencial da Manor durante a temporada 2016, descrevendo o déficit da equipe como “muito menor” comparado aos anos anteriores.

Manor, revivida para 2015, mudou para as unidades de potência da Mercedes, entrou numa parceria técnica com a Williams e adicionou um número de grandes nomes ao seu staff técnico.

Wehrlein registrou o oitavo melhor tempo em Barcelona na quinta-feira, seu último dia no volante do MRT05 antes da primeira corrida, cravando um tempo de 1:24.913 nos pneus ultramacios.

“Nós estamos numa boa posição com o ajuste do carro”, comentou Wehrlein, campeão do DTM no ano passado, que competirá ao lado do ex-piloto da GP2 Rio Haryanto na equipe em 2016.

“O carro já parece muito melhor do que o que começamos (durante a primeira semana de testes da pré-temporada) na semana passada, então é muito animador já que há muito desenvolvimento pela frente”.

“Há uma distância que precisamos forçar para diminuir, mas é muito menor do que antes e apesar de todos estarem cansados depois de trabalhar tão duro, temos algumas coisas para nos animar”.

“Eu sinto-me em casa e não posso esperar para correr em Melbourne”.

Haryanto assumiu para o último dia de testes, apesar de a Manor ter enfrentado problemas técnicos mais cedo, conseguiu voltar para a pista antes do fim da sessão.