Vettel usa melhor estratégia e vence o GP do Bahrein

Alemão para no momento certo, se aproveitando do Safety Car e superou as Mercedes. Hamilton termina em segundo e Massa é sexto.

Sebastian Vettel venceu pela segunda vez na temporada 2017. Após largar em terceiro, o alemão da Ferrari adotou a melhor estratégia de parada nos pits para superar as Mercedes e vencer o GP do Bahrein. Hamilton fez de tudo para superar a Ferrari, mas por conta de uma punição que tomou durante a prova, ficou complicado para o inglês. Bottas completou o pódio em terceiro.

Felipe Massa fez uma boa prova, chegando a ocupar até a quarta colocação, porém, com um carro mais fraco que Mercedes, Ferrari e Red Bull, o brasileiro finalizou a prova em sexto.

Confira como foi a prova:

Na largada, Bottas se manteve a frente e Vettel tomou a segunda colocação de Hamilton. Felipe Massa ganhou duas colocações e pulou para sexto.

Vettel passou a pressionar a liderança de Bottas, mas com o Hamilton em sua cola. Max Verstappen que vinha em quarto também se aproximava da briga pela ponta.

Raikkonen partia para cima de Felipe Massa, em busca da sexta colocação. Com isso, o brasileiro perdia contato com Ricciardo que vinha em quinto.

Na volta oito, Raikkonen conseguiu a ultrapassagem em cima de Felipe Massa.

Na volta 10, os cinco primeiros andavam quase na mesma balada, todos próximos uns dos outros, mas sem nenhuma ação para ultrapassagem.

Uma volta depois, Vettel foi o primeiro dos ponteiros a realizar o pit stop, o alemão colocou novamente pneus supermacios. Uma volta depois foi a vez de Verstappen, que também colocou pneus supermacios.

Na volta dos boxes, Verstappen teve um problema de freio e passou reto, batendo na barreira de proteção, dando um adeus precoce à prova.

Lance Stroll e Carlos Sainz abandonaram a prova no mesmo momento. Os dois se tocaram na saída dos boxes, e com isso o Safety Car foi acionado, com isso as Mercedes e Felipe Massa, que ainda não tinha parado, foram para os boxes.

Vettel assumiu a ponta com a entreda do Safety Car, seguido por Bottas, Ricciardo, Hamilton e Massa.

Na entrada para o pit, Hamilton segurou o ritmo do Ricciardo e atrapalhou o australiano, essa manobra entrou em investigação, o que poderia dar uma punição ao britânico.

Na volta 16, o Safety Car entrou nos boxes e Vettel relargou bem. Hamilton ultrapassou Ricciardo e Bottas foi para cima de Vettel, que se defendeu bem. Felipe Massa ultrapassou Ricciardo.

A punição de Hamilton veio em cinco segundos para a próxima parada.

Massa que vinha em quarto, era novamente pressionado por Kimi Raikkonen.

Na volta 27, Bottas facilitou a ultrapassagem de Hamilton sobre ele. A equipe pediu que a troca fosse feita, para que o britânico pudesse ir atrás de Vettel, que já estava a mais de seis segundos à frente.

Dois giros depois, Massa que já tinha perdido a posição para Kimi Raikkonen, desta vez fora superado por Ricciardo. O brasileiro caira para sexta colocação.

Na volta 31, Bottas realizou seu segundo pit stop, retornando na sétima colocação. Dois giros depois, foi a vez de Vettel fazer a parada, o alemão colocou pneus macios e Hamilton assumia a ponta.

Vettel voltou em terceiro, na cola de Raikkonen, que logo fez a ultrapassagem em seu companheiro. Entretanto já estava a 15 segundos de diferença para Hamilton, porém com um pneus bem melhores.

Vettel vinha fazendo melhor volta atrás de melhor volta e diminuía rapidamente sua desvantagem para Hamilton, que apostava em uma estratégia de uma única parada.

Na volta 41, a Mercedes decidiu mudar a estratégia e Hamilton fez sua parada, cumprindo primeiramente os cinco segundos de punição. O britânico voltou em terceiro, há 19 segundos atrás do líder.

Na volta 47, Hamilton novamente passou por Bottas e começava sua caça a Sebastian Vettel. O britânico chegou a tirar dois segundos por volta.

Ericsson ia lento na pista e acabou abandonando na volta 52, A Sauber ficou parado no acostamento da pista, em um local perigoso, mas a direção de prova optou por não acionar o carro de segurança.

Hamilton não conseguiu se aproximar tanto de Vettel, que acabou vencendo a prova. Bottas finalizou em terceiro. Felipe Massa finalizou na excelente sexta colocação, melhor posto que sua Williams consegue lhe dar.

Confira o resultado do GP do Bahrein:

1) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 57 voltas
2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes), +6.660
3) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), +20.397
4) Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari), +22.475
5) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG), +39.346
6) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes), +54.326
7) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes), +1:02.606
8) Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari), +1:14.865
9) Nico Hülkenberg (ALE/Renault), +1:20.188
10) Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes), +1:35.711
11) Pascal Wehrlein (ALE/Sauber-Ferrari), +1 Volta
12) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault), +1 Volta
13) Jolyon Palmer (ING/Renault), +1 Volta
14) Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda), +3 Voltas
OUT) Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari)
OUT) Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes)
OUT) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso-Renault)
OUT) Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG)
OUT) Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
OUT) Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *