Vettel não está preocupado com o ritmo da Red Bull

Sebastian Vettel minimizou a explosão de ritmo da Red Bull em Mônaco e disse que a equipe austríaca “sempre” parece forte antes do “normal” acontecer.

E, pelo “habitual”, é claro, Vettel está se referindo a Ferrari e Mercedes sendo capazes de transformar seus motores para a qualificação, enquanto a Red Bull é deixada na terceira fila do grid. Mas, com uma diferença de meio segundo para o piloto Daniel Ricciardo, Vettel admitiu que há áreas para a Ferrari trabalhar.

“Sempre na sexta-feira a Red Bull parece um pouco mais forte, então vamos ver o habitual (no sábado). Eu acho que vai ser muito próximo. Eu não tenho um favorito ainda. Acho que para nós precisamos olhar para nós mesmos, que é o que fazemos e tentar fazer o dever de casa”, disse Vettel aos repórteres no paddock.

“Eu estava bem confortável no carro, estava escorregando demais, mas desde que você saiba onde vai acabar e como vai deslizar, acho que está tudo bem. Agora precisamos superar o deslizamento e reduzi-lo, e acho que vamos acelerar um pouco, então devemos estar em uma boa posição”, disse o tetracampeão.

Vettel também acolheu os desafios, que um circuito único como o de Mônaco traz, como uma margem muito pequena para o erro: “É um pouco mais divertido do que outros circuitos, a pista é muito desafiadora e você não tem espaço para erros. Você tem que pensar duas vezes antes de soltar e tentar de tudo. Mas eu acho que é isso”, completou Sebastian Vettel.