Vettel explica choque com Verstappen no GP da China

Sebastian Vettel explicou seu ponto de vista sobre o incidente envolvendo Max Verstappen durante o GP da China. A Ferrari e a Red Bull juntaram-se na curva 14, depois de Verstappen ter tentado uma ultrapassagem tardia.

O alemão executou uma curva muito aberta e o holandês aproveitou para passar no espaço, mas aconteceu um contato, fazendo os dois carros rodarem na pista. O holandês foi considerado culpado pelos comissários e recebeu uma penalidade de dez segundos pelo acidente.

Vettel diz que simplesmente não esperava que Verstappen fizesse o movimento tão tardio na curva: “Eu não o vi até ser muito tarde. Eu deixei um pouco de espaço também. Eu estava esperando que ele viesse mais cedo. Eu não tinha a intenção de resistir porque estava claro (assim como na passagem de Ricciardo) também que não fazia sentido resistir – eles (Red Bull) eram muito rápidos com os pneus novos”, disse o tetracampeão.

“Eu não queria comprometer a minha corrida com os caras de trás. Mas ele cometeu um erro, travou – eu acho que ele julgou mal e comprometeu ambas as nossas corridas”, continuou.

“Ele (Verstappen) não é mais tão jovem. Mas isso pode acontecer quando você fizer 300 corridas. Dentro do carro, os julgamentos são muito difíceis de serem feitos. Mas você tem que ter essas coisas em mente e ter certeza de que você não irá falhar. Nós dois tivemos sorte”, explicou o alemão.

Vettel continuou a lutar após a colisão, mas foi ultrapassado por Fernando Alonso no final da corrida. Na última volta, o piloto da Ferrari ainda foi pressionado por Carlos Sainz, mas segurou um oitavo lugar. Verstappen cruzou a linha em quarto, mas foi rebaixado para o quinto lugar, depois de aplicada sua penalidade de 10 segundos.