Vettel é punido por incidente com Ricciardo e perde o pódio

Sebastian Vettel, da Ferrari, recebeu uma punição de 10 segundos por sua dura defesa sobre Daniel Ricciardo durante o GP do México deste domingo, derrubando-o para a quinta posição, atrás de ambos os pilotos da Red Bull.

Max Verstappen inicialmente cruzou a linha de chegada com a última posição do pódio, mas foi então penalizado pelos comissários por ter deixado a pista e tirado vantagem quando ficou sob pressão de Vettel.

Logo depois da passagem de Verstappen por fora da pista, o resultado de uma travada de rodas na freada para a primeira curva, Vettel e Ricciardo deram roda com roda pela quarta posição, o segundo deles tendo se aproximado com pneus macios novos.

Ricciardo, com o benefício do DRS, lançou-se por dentro de Vettel na abordagem do Esse del Lago, mas Vettel pareceu se mover na freada e os dois tocaram rodas na entrada da curva.

Vettel segurou a quarta posição, que se tornou terceira depois da punição de Verstappen, mas Ricciardo criticou a pilotagem do alemão após a corrida, e afirmou que ele não merecia estar no pódio.

Os comissários analisaram o incidente entre Vettel e Ricciardo, porém, e por fim determinaram que Vettel tinha mudado de direção durante a frenagem, cuja manobra foi recentemente proibida pela FIA.

Ricciardo então sobe para a terceira posição, com Verstappen em quarto, e Vettel cai para quinto.

Como resultado disto, Ricciardo assegura a terceira posição no campeonato, atrás da dupla da Mercedes.

  • Fernando

    Não aguento mais essa fórmula Mimimi! Que saudade do tempo de Mansell, Senna e Piquet! Fórmula 1 hoje e um saco!

  • Marco

    Que o Vettel e bom piloto, e inegavel, apesar de que tudo o que conquistou de melhor no passado, foi com o melhor carro nas temporadas. Mas ja esta mais do que na hora de fechar mais a boca e pisar mais no acelerador. Acha que todos tem que abrir quando ele se aproxima. A sorte dele e que hoje nao se veem mais tantos pilotos quanto autrora, que so abriam quando estavam a ponto de serem desqualificados, quando o faziam. Se tenta-se no lugar errado, ia parar fora da pista, pois ninguem temia tanto por um pneu furado, ou que o carro se desintegra-se como hoje. Parece que falta alguem para acabar a corrida e ir dar um “puxao de orelha” na criatura, para vr se acorda. Esta ficando tudo muito “sociavel” nas pistas.