Vettel admite ter errado por não seguir estratégia da Ferrari

Sebastian Vettel admitiu que ele cometeu um “erro” por não aceitar o conselho do estrategista da Ferrari durante o GP da Alemanha.

Vettel e seu companheiro Kimi Raikkonen ficaram em quinto e sexto ao longo da corrida, sem conseguir competir com os pilotos da Red Bull e Mercedes.

A Ferrari queria fazer uma mudança de última hora com Vettel em seu último pit-stop, mas ele ignorou várias mensagens de rádio antes de, por fim, fazer sua parada.

“Eu acho que cometi um erro porque teríamos tido uma chance de colocar os carros da frente sob mais pressão”, disse Vettel.

“Estávamos falando sobre isto por muito tempo durante a corrida, eu não sei quanto foi transmitido na TV ou não”.

“Não éramos tão bons no fim dos ‘stints’ e estávamos sofrendo um pouco com os pneus, e obviamente eu não queria fazer um último ‘stint’ muito longo por este motivo”.

“Indiscutivelmente, eu fui muito conservador (com a estratégia)”.

Vettel admitiu, porém, que a Ferrari não foi simplesmente “rápida o suficiente”.

“Infelizmente estávamos um pouco distantes dos carros da frente, especialmente depois dos dois primeiros ‘stints’”, disse.

“Estávamos tentando forçar e tentando ficar o mais próximo possível”.

“Não estou feliz, correr em casa é sempre especial, e em relação a isto não foi uma corrida especial, mas eu acho que como ontem, sofremos um pouco para encontrar o equilíbrio do carro”.

“Nosso carro estava escorregando muito, o que nos custou a vida dos pneus, e o desempenho no final dos ‘stints’, então a soma disto é que não fomos rápidos o suficiente hoje”.