Vettel acha injusta a comparação da Ferrari com o ano passado

Sebastian Vettel afirma que comparar o início da Ferrari na temporada 2016 de Fórmula 1 com o do ano passado, quando ele ganhou uma corrida logo no início, é injusto. A equipe teve ao menos um piloto no pódio em todos os cinco GPs já disputados, mas entrou 2016 com expectativas mais notórias após três vitórias em 2015.

“Não é justo comparar com o ano passado”, disse Vettel. “No ano passado estávamos em terra de ninguém. A diferença era grande para os carros à frente e grande para os carros atrás”.

“Este ano, por natureza, a diferença está menor, estamos mais perto, nós provavelmente não tivemos corridas suaves como as que tivemos no início do ano passado, assim as coisas ainda não se acertaram, o que também é culpa nossa”, explicou o alemão, que espera uma melhora em classificações.

“É fácil de explicar que se fôssemos melhor no sábado, teríamos uma corrida melhor. Em Mônaco, tivemos uma corrida melhor do que em Barcelona – estamos falando com certeza de um pódio,  uma vitória”, comentou ele.

“Eu não acho que haja algo de errado com o ritmo do carro. Ele está lá, mas lutamos aqui e ali, na corrida e na classificação, para extraí-lo. Esse é o nosso trabalho, então a esse respeito você pode dizer que não fomos bem sucedidos”, reconheceu Vettel, que lembrou que a Ferrari passou por uma grande reformulação em sua estrutura e gestão no fim de 2014.

“É preciso respeitar o fato de que estamos lutando contra equipes que não tiveram uma grande mudança como no passado recente, a estrutura da equipe, gestão, tudo”, acrescentou. “Começamos com um projeto pelo qual queremos voltar ao topo, e agora os nossos objetivos são mais ambiciosos do que os demais. São metas ousadas, mas estamos no caminho certo”.