Verstappen viajou desacompanhado da família ao Canadá, diz Horner

Max Verstappen fez um bom trabalho com a Red Bull no domingo, em um final de semana sem erros que terminou em terceiro lugar no GP do Canadá. A corrida também marcou a primeira sem a presença da comitiva da família do holandês.

Verstappen chegou a Montreal no centro de uma tempestade de críticas, depois de uma série de erros caros, mas terminou a semana em uma chuva de champanhe no pódio. O piloto parecia ter recebido a mensagem de alerta do chefe da equipe, Christian Horner, entregando uma de suas melhores atuações do início ao fim, dominando os treinos, colocando um forte esforço de qualificação e conduzindo uma corrida inteligente.

Horner revelou: “Sua abordagem aqui tem sido um pouco diferente, ele está aqui sozinho e acho que ele fez um ótimo trabalho neste fim de semana”.

O chefe da Red Bull ainda disse que a equipe discutiu a ideia de Verstappen fazer a viagem para o Canadá sozinho, mas não forneceu outros detalhes além de dizer que era algo entre o piloto e a equipe. O pai de Verstappen, Jos, ex-piloto da F1, está sempre ao lado do filho nas viagens aos circuitos, mas ele não foi visto em Montreal.

“Eu acho que é a primeira corrida que ele fez por conta própria. É algo diferente, mas se isso contribuiu de alguma forma, é impossível dizer”, disse Horner.

“Ele ainda está evoluindo e amadurecendo como piloto e ganha mais experiência. Ele está muito imerso em tudo que o time vem fazendo neste fim de semana e ele fez um ótimo trabalho e todo o crédito é dele”, acrescentou.