Verstappen comanda dobradinha da Red Bull em último treino livre

Red Bull aparece como forte para brigar com as Mercedes na classificação do GP dos EUA.

No último ensaio antes na classificação do GP dos EUA, A Red Bull apareceu como uma provável rival da Mercedes. A equipe fez uma dobradinha no treino, com Verstappen na frente, seguido por Ricciardo.

Hamilton e Rosberg ficaram apenas na terceira e quarta colocação. Massa terminou o treino em 13º, enquanto Nasr foi o 20º

O treino começou com poucos carros na pista, muitos poupando equipamento e pneus para o treino de classificação. Sainz teve um pneu furado e teve que ir para os boxes.

Wehrlein rodou e foi parar na caixa de brita, interrompendo a sessão com bandeira vermelha. A remoção do carro da Manor demorou mais de cinco minutos e quando a sessão reiniciou, faltava um pouco mais de meia-hora para acabar.

No retorno, os carros resolveram sair. Ricciardo fez uma boa volta, marcando 1:37.032, logo atrás vieram as Mercedes, claramente poupando pneus, Hamilton ficou a quatro décimos do tempo de Ricciardo, enquanto Rosberg veio logo atrás.

Vettel e Raikkonen seguiam logo atrás de Rosberg.

Mais tarde, Vettel reclamou de problemas na quinta marcha e acabou recolhendo o carro para verificação.

Há 17 minutos do fim, Sainz recolheu o carro novamente, pois tinha outro pneu furado, agora composto supermacio.

Faltando 13 minutos para o final da sessão, Max Verstappen fez 1:36.766 e assumindo a ponta do treino, jogando as Mercedes para terceiro e quarto.

Massa conseguiu uma oitava colocação, uma atrás de seu companheiro. Logo depois, o brasileiro caiu para 13º. Nasr vinha andando à frente de Ericsson, mas no final acabou sendo superado pelo rival e terminando o treino em 20º.

tl3-usa