Troca de volante pode estar ajudando Stroll na China

Lance Stroll, da Williams, acredita que a mudança para um volante mais leve contribuiu para ele alcançar o Q3 pela primeira vez em sua carreira na Fórmula 1 no GP da China.

Stroll foi apenas 19º na classificação na sua estreia na Austrália, mas ele chegou à fase final graças à sua última volta no Q2 na China e vai alinhar em 10º lugar para a corrida de domingo.

“Tomamos um rumo diferente com a direção assistida na Austrália, com um volante muito pesado”, disse Stroll. “Nos testes, eu senti que estava bem, mas tive realmente dificuldades na corrida, com as ondulações e tudo mais”.

“Mas não podemos simplesmente voltar a um ajuste diferente durante o fim de semana, então eu apenas convivi com isso”.

“Este fim de semana, ajustamos para uma direção muito mais leve e resolveu o problema. Na Austrália, o volante estava muito pesado e a pista era realmente irregular, então parecia muito ruim”.

“Não foi o ideal ter uma direção muito pesada na Austrália, mas isso é parte da curva de aprendizado”, disse ele.

“Em um carro de Fórmula 1, é apenas correr e entender o que é melhor para você”.