Toto Wolff vende suas ações restantes na Williams

Toto Wolff começou a investir na Williams Grand Prix Holdings em 2009, e dois anos depois ajudou a lançar a equipe na Bolsa de Valores de Frankfurt.

Desde 2013, após seu acordo com a Mercedes, Wolff foi vendendo as suas ações. Em 2014, Wolff vendeu cinco por cento de sua participação original de 15 por cento na Williams para o empresário Brad Hollinger, seguido por mais de cinco por cento para o americano em fevereiro do ano passado, e agora a parcela restante.

Wolff disse: “Estou surpreso, foi algo emotivo, estar cortando meus laços comerciais finais com Sir Frank e com a equipe Williams”.

“Entrei na equipe numa perspectiva de puro investimento, e logo me encontrei em um papel muito mais ativo, ajudando a reestruturar esta grande equipe independente de F1. Aprendi algumas lições da maneira mais difícil, mas todas foram valiosas para a compreensão da categoria”.

“Sempre vou lembrar deste período com agradecimentos para as lições que aprendi com Sir Frank e sua equipe. Foi um grande privilégio fazer parte da história da Williams”.

Wolff não tem dúvida que Hollinger, que agora detém 15 por cento da Williams, é o homem certo para ajudar a equipe em longo prazo.