Toro Rosso usará mais peças da Red Bull em 2017

A Toro Rosso estará um grande passo mais perto da matriz Red Bull em 2017, segundo Franz Tost. Uma vez considerada como uma equipe satélite com um carro muito semelhante, a equipe de Faenza teve que se afastar da Red Bull Racing há alguns anos devido a regras mais rígidas para carros clientes.

Mas com a nova equipe americana Haas apoiando-se fortemente na Ferrari em termos de peças neste ano, e com a Toro Rosso voltando a usar motores Renault para 2017, Tost indicou que a segunda equipe da Red Bull vai mudar de rumo no próximo ano.

“A principal razão para decidirmos voltar à Renault é a utilização de mais sinergias com a tecnologia Red Bull”, explicou o chefe da equipe. “Podemos ter quase toda a parte traseira da Red Bull – a caixa de câmbio, hidráulica e também sistemas de suspensão, e isso vai nos ajudar a dar mais um passo em frente”.

A incerteza se dá em termos de pilotos. O próximo ano seria o terceiro seguido para Carlos Sainz Jr, que tem sido associado com uma mudança para uma equipe maior, enquanto Daniil Kvyat tem demonstrado desejo de deixar a família Red Bull completamente.

“Eu não sei ainda”, afirmou Tost. “Esta é uma decisão que será tomada pela Red Bull no final da temporada. Até agora, devo dizer que Daniil se recuperou muito rápido (depois de ser dispensado pela Red Bull Racing) e espero dele uma muito boa segunda metade de temporada”.