Toro Rosso promete carro mais competitivo

A Toro Rosso deve focar no sucesso obtido em 2015, tanto em termos de qualidade de equipamento como de talento de seus dois jovens pilotos. Quem afirma é o chefe técnico da equipe satélite da Red Bull, James Key.

O modelo STR10 foi considerado um grande passo adiante em relação ao seu antecessor. Para este ano, a maior mudança estará no motor: a Renault, com quem a Toro Rosso firmou parceria há dois anos, foi trocada pela Ferrari, que repassará para a equipe uma unidade de potência de especificação anterior.

“Nós podemos construir (sobre 2015), porque aprendemos muito e demos um enorme passo sobre o (modelo) STR9”, disse Key à ‘Sky Sports’. “Em grande parte entendemos o porquê, há áreas que talvez nos surpreenderam um pouco e demos um passo maior do que esperado”.

“Então você pode construir sobre isso. Em alguns casos, estamos reinventando coisas para liberar mais potencial, em outros, precisamos de uma reformulação, algo que não é possível durante a temporada”, prosseguiu o dirigente da Toro Rosso, que manteve os jovens Max Verstappen e Carlos Sainz Jr. pelo segundo ano consecutivo.

“Foi muito bom e positivo. Eles trabalharam bem juntos, é bom trabalhar com eles, que estão ansiosos para provar seus talentos. São muito motivados, muito profissionais e o que nos agradou é que eles possuem boas perspectivas”, comentou.

“Este ano nós sabemos que vamos ter dois caras que são rápidos, talentosos, muito focados e ambiciosos – e eles têm uma temporada completa disputada, de modo que estão um pouco mais experientes”, finalizou Key.