Steiner diz que Haas tem que parar de jogar fora os pontos

O chefe da Haas, Guenther Steiner, admite que sua equipe deve parar de perder pontos após um final de semana decepcionante em Silverstone.

No domingo, os dois pilotos da Haas, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, colidiram na primeira volta do Grande Prêmio da Inglaterra.

Grosjean deu um toque no carro de Magnussen, que, como resultado, perdeu duas posições no grid danificando o carro de Magnussen e causando prejuízos para o resto de sua corrida.

Magnussen se recuperou para terminar em nono lugar, auxiliado pelos dois períodos de safety car.

No entanto, Grosjean teve que abandonar após outra colisão, desta vez com Carlos Sainz Jr., da Renault.

Steiner disse na preparação para a corrida, que os dois carros têm o poder de terminar em sexto e sétimo lugar, mas tiveram que se contentar com apenas dois pontos após a primeira volta.

“Não estou feliz”, disse Steiner à ‘Autosport’ quando questionado sobre a colisão na primeira volta.

“Estamos (frequentemente) nos pontos agora, mas perdemos outros mais. Fazemos isso sozinhos”, disse.

“No ano passado precisávamos pontuar muito, este ano precisamos parar de desperdiçar”.

“As equipes que estão atrás (no campeonato de construtores) completaram a corrida e os que estão à frente ficaram mais longe”, reclamou.

“É sempre um trabalho difícil, devemos transformar nosso trabalho árduo em pontos”, completou.

 

Veja os comentários pós-GP da Inglaterra no “Paddock F1Mania” – Classificação do campeonato, nota da corrida, piloto do dia: