“Sortudo”, Vettel conseguiu se recuperar de problema eletrônico

Sebastian Vettel diz que se sente “sortudo” por ter conseguido retornar à pista depois de um problema técnico durante o segundo treino livre para o GP do Bahrain.

Vettel, tendo marcado o melhor tempo em 1:31.310, sofreu um completo apagão na saída da Curva 13, e inicialmente parecia que estacionaria na lateral da pista.

No entanto, o alemão prontamente colocou seu carro em ponto morto e estacionou na entrada do pit-lane, onde os mecânicos da Ferrari o resgataram e o empurraram até a garagem.

Depois das primeiras análises, a Ferrari enviou Vettel de volta à pista, permitindo-o coletar informações de simulação de corrida importantes para a corrida de domingo.

“Eu acho que fomos sortudos em conseguir recuperar e completar algumas voltas no final”, refletiu Vettel. “Foi um tipo de erro, tudo de repente apagou. Como vimos depois, não houve dano (ao carro), então acho que tivemos sorte que pudemos recuperar, com o problema acontecendo no fim da volta”.

“Tenho certeza que podemos resolver, mas agora os carros não são mais só carro, há também muita tecnologia e software envolvidos, então acho que algo deu errado nesse lado”.

“Eu acho que, de modo geral, foi bom, mas podemos melhorar, então vamos ver o que acontece”.

Kimi Raikkonen, que parou com um problema relacionado ao turbo na primeira sessão, recuperou-se na segunda para cravar o quarto melhor tempo, apenas 0.168s atrás do seu companheiro Vettel.

Questionado sobre as suas chances e as da Ferrari de lutar pela vitória deste fim de semana, ele respondeu: “Eu não sei, é muito cedo para dizer”.

“As condições serão traiçoeiras, provavelmente mais quente do que nos últimos anos, então há muito trabalho a ser feito para estarmos prontos, mas é sempre a mesma história depois da sexta-feira”.