Sistema de freio causou incidentes de Grosjean

As saídas de pista de Romain Grosjean durante os testes de pré-temporada em Barcelona nesta quinta-feira foram resultado de problemas no sistema de freio.

Grosjean saiu da pista na Curva 4 pouco antes da pausa de almoço, e foi parar na brita novamente na Curva 1 no começo da sessão da tarde.

O chefe de equipe da Haas, Guenther Steiner, confirmou que ambas as saídas de pista foram causadas por problemas no sistema de freio, fornecido pela Ferrari.

“Foi um problema com os freios para o Romain, estava difícil de pilotar. Está tudo relacionado a isto”, disse Steiner, quando questionado pelo ‘GPUpdate.net’ sobre as causas.

“Tentaremos estar melhor amanhã. Continuaremos desenvolvendo, com certeza. Eu não diria que há preocupações, isto é o que você faz quando você desenvolve”.

“Este é um sistema da Ferrari, mas precisamos desenvolver para nossas necessidades. Nós não podemos usar os dados deles para desenvolver. Não é um problema de hardware, é apenas um problema eletrônico”.

“Se você não força o carro, você nunca sabe como ele vai, e precisamos encontrar essas coisas antes de irmos para a Austrália, o máximo possível, e só temos mais amanhã”.

O dia de Grosjean terminou com outra parada na Curva 10, com Steiner afirmando: “O motor desligou porque ele acertou a zebra muito forte, então ele apenas desligou”.

Grosjean está confiante que a Haas irá em breve superar os problemas.

“O sistema de freio ‘brake-by-wire’ é muito, muito complicado”, explicou Grosjean. “Tivemos problemas em 2013 e 2014 com a Lotus. Agora que o carro está indo um pouco mais rápido nesta semana, estamos encontrando mais problemas, então precisamos realmente superar estas coisas”.

“Eu acho que será solucionado para Melbourne. Espero que durante a noite possamos fazer uma grande atualização. Nós realmente vimos hoje qual é o problema, sabemos de onde ele vem”.

“Espero que amanhã tenhamos alguma solução”.