Sainz minimiza desentendimentos dentro da Toro Rosso

Carlos Sainz insiste que não tem nenhum problema com Max Verstappen apesar do discurso furioso do holandês em Melbourne, no domingo.

Preso atrás de Sainz na última etapa da corrida, Verstappen perdeu a calma no rádio. Não estava só com raiva da Toro Rosso ter parado Sainz primeiro – “Eu queria parar primeiro”, ele gritou – mas também ficou frustrado enquanto seu companheiro de equipe tinha dificuldades para passar Jolyon Palmer e ele estava preso atrás.

Seu confronto terminou eventualmente com um contato já que Verstappen bateu na parte de trás de Sainz, no entanto, ambos terminaram com Sainz em 9º e Verstappen em 10º lugar.

“Eu não tenho absolutamente nenhum problema com Max, mesmo depois de hoje”, disse Sainz. “Da minha parte, não aconteceu nada. Foi apenas mais uma corrida”.

“Talvez Max e eu somos o mais próximos em termos de companheiros de equipe. Estamos sempre dentro de meio décimo um do outro e estamos sempre na mesma posição na pista”.

“Assim, se torna difícil para a equipe nesse sentido, mas acho que somos maduros o suficiente para lidar com isso”.

O espanhol acrescentou que não havia nenhuma razão para a Toro Rosso conversar com seus pilotos após a corrida.