Rosberg: “Hamilton fez um trabalho melhor”

Chegando em segundo, Nico admite superioridade de Hamilton no México, mas pode ser campeão no Brasil. 

Nico Rosberg finalizou o GP do México em segundo, completando a dobradinha da Mercedes. Além disso, o alemão viu sua vantagem para Hamilton cair de 26 para 19 pontos, a duas etapas do fim do campeonato.

Nico minimizou a manobra de Lewis no início da prova e rechaçou a possibilidade de seu rival ter sido punido com a manobra.

Na primeira curva, Hamilton travou as rodas e acabou indo para grama, ganhando vantagem, entretanto, Rosberg fez o mesmo caminho, pois acabou levando um toque de Verstappen.

“Primeiramente, o Lewis fez um trabalho melhor neste fim de semana”, disse.

“Ele foi para fora (da pista) em primeiro e saiu primeiro, de modo que isso é ok. Além disso, para mim não havia muita coisa acontecendo. O segundo lugar foi o que eu consegui e eu tenho que viver com isso. Lewis foi mais rápido e mereceu a vitória”, completou.

Mesmo concordando que seu companheiro foi superior a ele neste final de semana, tudo ainda corre em favor de Rosberg. O alemão desembarca no Brasil daqui a duas semanas com uma boa vantagem e se vencer será o campeão antecipado.

Rosberg vem de um retrospecto positivo em Interlagos, ele venceu as duas últimas provas e desta vez, chega à frente de seu rival no campeonato.

“É melhor estar na frente do que atrás. Eu vou para o Brasil e apenas tentar a vitória lá”, finalizou.

 

  • Sauber Mercedes

    Se Nico Rosberg vencer o Grande Prêmio do Brasil de 2016, estará decidido o campeonato a favor do alemão da Mercedes #6 com uma prova de antecedência e aí ficaria independente do resultado de Lewis Hamilton na etapa brasileira. Caso a vitória não ocorra em Interlagos, então o alemão vai pelo método mais “paciente”, que seria “colecionar” mais dois 2º lugares ou um 2º em um 3º (pode ser 3º ou 2º também não mudaria nada) para ser campeão de Fórmula 1 em 2016.