Rosberg afirma que contrato não influenciou no GP de Mônaco

Nico Rosberg insiste que a sua renovação de contrato com a Mercedes não influenciou sua decisão de ceder posição para Lewis Hamilton no GP de Mônaco.

Rosberg estava em segundo lugar, quando a equipe pediu para melhorar seu desempenho ou deixar Hamilton passar. Rosberg – que estava com dificuldades com os pneus e temperatura de freios – explicou depois da corrida que existe uma regra de longa data dentro da equipe que um piloto deve dar passagem se isso estiver custando a sua equipe uma possibilidade de vitória.

No entanto, a obediência de Rosberg ainda veio com mais uma surpresa, já que permitiu a Hamilton avançar e ganhar a corrida, reduzindo a vantagem do alemão em 19 pontos. Rosberg está atualmente negociando uma extensão do seu contrato com a Mercedes além do final deste ano – com rumores que o ponto de atrito no acordo seja sobre sua duração – um ano ou vários anos – mas ele disse que isso não influenciou quando cedeu a posição.

“Não é algo que eu esteja pensando, não é realmente o meu foco”, disse ele. “Não foi antes deste fim de semana e não será depois desta corrida e repito, estou feliz na Mercedes e a Mercedes está satisfeita comigo, então tenho certeza que estarei aqui por muitos mais anos”.